Características ecológicas e fitossanidade de espécies arbóreas em um fragmento de Floresta Ombrófila Densa da região sudeste do estado de São Paulo

Ecological characteristics and phytosanitary of tree species in a Rain Forest fragment of southeast region of São Paulo state

Juliana dos Santos Guedes, Rogério Antonio Krupek

Resumo


O presente estudo buscou avaliar algumas características ecológicas e de fitossanidade de espécies arbóreas em um remanescente de FOD. Para tanto, foram avaliados os seguintes parâmetros: a) qualidade de copa; b) grau de infestação de cipós; c) sanidade da árvore. Cada espécie foi classificada dentro dos seguintes grupos ecológicos: pioneiras, secundárias iniciais, secundárias tardias, clímax e indeterminadas. Em adição, a serapilheira foi avaliada com relação à sua presença ou ausência e também e suas características estruturais. Foram registrados 81 táxons (697 indivíduos). Destas, 36% do total foram classificadas como pioneiras, seguida das secundárias iniciais (28%), indeterminadas (15%), secundárias tardias (14%) e clímax (6%). A maior abundância de espécies pioneiras e secundária iniciais deve estar provavelmente relacionado ao estágio de regeneração natural em que a área de estudo se encontra. Quanto a fitossanidade, 92,7% apresentaram qualidade de copa boa, 94,7% dos indivíduos não apresentaram a presença de cipós e 98,6% dos indivíduos foram enquadrados na categoria de sanidade “boa”. A serapilheira apresentou-se principalmente contínua e espessa, e quando ocorreu ausência de serapilheira, tal fato foi devido a ampla infestação por gramíneas. Tais resultados apontam que o ambiente avaliado se apresenta em uma boa condição de preservação e contínuo estágio de regeneração.

Abstract

This study aimed to evaluate some ecological characteristics and phytosanitary of the tree species in a remnant of FOD. For this, the following parameters were evaluated: a) quality canopy; b) degree of liana infestation; c) the tree sanity. Each species was classified within the following ecological groups: pioneers, early secondary, late secondary, climax and indeterminate. In addition, the litter was evaluated for the presence or absence thereof, and its structural characteristics. 81 taxa (697 individuals) were recorded. Of these, 36% were classified as pioneers, followed by early secondary (28%), undetermined (15%), late secondary (14%) and climax (6%). The highest abundance of pioneer and early secondary species must be probably related to natural regeneration stage where the study area is. As for plant phytosanity, 92.7% had good canopy quality, 94.7% of individuals did not show the presence of lianas and 98.6% of individuals were covered by the sanity category “good”. Litter presented mainly continuous and thick, and when there was no litter, this fact was due to wide infestation by grasses. These results demonstrate that the tested environment presents itself in a good condition for preservation and continuous regeneration stage.


Palavras-chave


sanidade; ecofisiologia; diversidade; serapilheira

Texto completo:

PDF


AMBIÊNCIA

Rua: Simeão Camargo Varela de Sá, 03
Bairro Vila Carli – CEDETEG
85040-080  Guarapuava-Paraná-Brasil
ISSN 1808-0251 (Print) - Ambiência ISSN 2175-9405 (Online)

        Logotipo do Crossref               

Periódicos Qualis - Plataforma Sucupira

Qualis B2 - Ensino

Qualis B3 - Interdisciplinar

Qualis B3 - Planejamento Urbano e Regional / Demografia

Qualis B2 - GEOGRAFIA

InfoBase Index - IBI Factor 2016 = 2,5


Large Visitor Globe     

                        Copyright © 2005-2018 Editora Unicentro
Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License.