História da intencionalidade: uma comparação entre Dennett, Davidson e Tomasello

Juliana de Orione Arraes Fagundes

Resumo


Este trabalho trata de como se relacionam dois aspectos da mente humana - intencionalidade e triangulação - sob as óticas de três autores: Davidson, Dennett e Tomasello. A intencionalidade é tomada como a característica de ao menos alguns estados mentais de estarem dirigidos a algo. Triangulação é o processo básico de interação de dois seres entre si e com o mundo, base da linguagem. Entre a intencionalidade e a triangulação se situam a linguagem articulada e a forma de pensar especificamente humana. Porém, cada um desses autores compreende diferentemente o papel dessas duas características cognitivas na formação da linguagem e seu surgimento na história evolutiva. O resultado é que o conjunto dos seres dotados de intencionalidade é diferente para cada um deles. Assim, o artigo tratará de até onde a intencionalidade desce pela árvore evolutiva conforme cada um dos autores.

 


Palavras-chave


Intencionalidade. Triangulação. Davidson. Dennett. Tomasello.

Texto completo:

PDF


 

ISSN 2179-9180