Incidence and severity of fungi in species of Eucalyptus sp

Maristela Dos Santos Rey Borin, Vanessa Padilha Salla, Thayllane de Campos, Sergio Miguel Mazaro, Lilian de Souza Vismara

Abstract


The aim of this study was to identify the main causative pathogens of leaf spots, as well as to assess the incidence and severity of diseases in different species of Eucalyptus sp. The experiment was conducted in the experimental area of Eucalyptus and study in the laboratory of Plant Protection at the Federal Technological University of Paraná. Was collected from 20 sheets of each of the 17 species which were arranged for four leaf gerbox box, totaling 4 sheets 5 replicates per species gerbox maintained for 10 days under conditions of 12 hours light photoperiod, and temperature 24+ or - 1 ° C. The fungal spoilage in the leaves were transferred to petri dishes with PDA medium (potato dextrose agar). The assessment of the severity and incidence of disease in the field, was performed by diagrammatic. Disease intensity was obtained by the mathematical relationship between incidence and severity. Statistical tests were performed with the Assistat Software, using the Duncan mean test at 5% probability of error. There are different responses depending on severity and susceptibility eucalyptus material used. The percentage incidence, severity, and intensity of the disease showed values of 99, 25%, 16% and 25 1614, 5, respectively.


Keywords


Fungi, eucalyptus, diseases, Colletotrichum sp., Pestalotia sp.

References


ALFENAS, A. C. et al. Clonagem e doenças do eucalipto. Viçosa: UFV, 2004. 1v.

AUER, C. G. et al. Fungos em acículas da serapilheira de Pinus taeda L. em povoamentos com diferentes idades. Revista Floresta, v. 36, p.433-438, 2006.

AZEVEDO, G. B. DE. et al. Fungos associados a árvores e arbustos em vias públicas de vitória da conquista, BA. Enciclopédia biosfera, v.7, p. 1-14; 2011.

BATISTA, T. F. C. et al. Ocorrência de fungos e nematóides fitopatogênicos em áreas reflorestadas pela petrobrás oriundas da exploração petrolífera no município de coari (am). Revista Ciência Agrária, v.1, p. 163-171. 2007.

BIZZI, R. M. Alternativas de controle do mofo cinzento e do oídio em mudas de eucalipto. 2006. 80f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Florestal) – Curso de Pós Graduação em Engenharia Florestal, Universidade Federal do Paraná - UFPR.

FERNANDES, C. F. et al. Levantamento dos principais agentes fitopatogênicos presentes em culturas no Estado de Rondônia. Porto Velho: Embrapa Rondônia, 2006. 20p. (Boletim Técnico, 108).

FORTES, O. F.; SILVA. A. C. F.; ALMANÇA, M. A. K.; TEDESCO, S. B. Promoção de enraizamento de microestacas de um clone de eucalyptus sp. por trichoderma spp. Revista Árvore, Viçosa - MG. Vol.1, n.2, pag.221-228, 2007.

MORA, A. L. et al. A cultura do Eucalipto no Brasil. São Paulo: Sociedade Brasileira de Silvicultura, 2000. p. 144. (Boletim Técnico).

RAASCH, Livia. D. et al. Rizolyptus® na proteção de miniestacas de eucalipto contra Puccinia psidii. Enciclopédia biosfera, v.8, p. 854-864, 2012.

SANTOS, Á. F. et al. Doenças do eucalipto no sul do Brasil: identificação e controle. Colombo: Embrapa, 2001. p. 20. (Circular Técnica, 45).

SCHULTZ, B. Levantamento de doenças bióticas e abióticas em Eucalyptus benthamii Maiden nos estados do Paraná e Santa Catarina. 2011. 101f. Dissertação (Mestrado em Silvicultura) – Curso de Pós Graduação em Engenharia Florestal – UFPR.

SILVA, A.R. D. et al Intensidade de doenças fúngicas na parte áerea de híbridos de eucaliptos. Anais do Encontro de Iniciação Científica, v. 4, p. 1-6, 2012.

SILVA, D. E. M. et al. Avaliação da resistência de espécies de eucalipto à ferrugem (Puccinia psidii Winter). Summa Phytopathologica, v.40, p.54-62, 2014.

TALAMINI, V. et al. Dez anos da clínica fitossanitária da UFLA - Frequência da ocorrência de patógenos, sintomas e principais hospedeiros. Ciência. Agrotec. v.27, p.70-75, 2013.

VALERIANO, R. Escala diagramática e reação diferencial de clones para oídio do eucalipto. Dissertação. 2013. 52f. (Mestrado em Fitopatologia) – Universidade Federal de Lavras, Programa de Pós-Graduação em Agronomia/ Fitopatologia.

ZAURA, E. Â. V. Et al. Eficiência de fungicidas sistêmicos no controle da ferrugem do Eucalyptus. Revista Árvore, v.32, p. 829-835, 2008.




DOI: http://dx.doi.org/10.5935/PAeT.V9.N3.04