Lembranças da Tempestade: Passado, Presente e Futuro na construção de narrativas de memória sobre o movimento dos marinheiros (1962-1964) e a repressão em Rio Grande-RS

Edgar Ávila Gandra, Robert Porto Castro

Resumo


O presente artigo constitui-se em uma releitura da mobilização da Associação de Marinheiros e Fuzileiros Navais do Brasil (AMFNB) e seus desdobramentos na cidade brasileira de Rio Grande-RS e tem como recorte de tempo o ano de 1964. Em específico abordamos a memória sobre o contexto da repressão conduzida pela Marinha do Brasil nessa cidade. Neste sentido, a memória da trajetória de alguns militares e ex-militares enquanto membros ou apoiadores da AMFNB foi elemento primordial para a construção desse trabalho. Destarte, o presente trabalho busca ainda contribuir para um melhor entendimento acerca do alcance do movimento dos marinheiros, bem como, da maneira como foi conduzida a repressão em Rio Grande-RS. 

Palavras-chave


Memória, Marinheiros, Golpe Civil-Militar, Rio Grande-RS.

Texto completo:

PDF