Biologia experimental em Pitangueira: uma revisão de cinco décadas de publicações científicas

Experimental biology in pitangueira: a review of five decades of scientific publications

Durinézio José de Almeida, Marcos Ventura Faria, Paulo Roberto da Silva

Resumo


A pitangueira (Eugenia uniflora L.) é uma espécie arbórea, nativa do Bioma Mata Atlântica que, recentemente, tem sido explorada pelas indústrias alimentícias, cosméticas e medicinais. Para uma espécie nativa ser explorada comercialmente, é necessário conhecimentos básicos de ecologia e genética a fim de embasar estratégias de manejo e exploração sustentável. Esta revisão traz uma compilação dos trabalhos realizados com pitangueira no período de 1960 a 2010. Os primeiros trabalhos realizados com a espécie foram focados na caracterização taxonômica, buscando descritores específicos da espécie que permitissem diferenciá-las das outras espécies do Gênero. Os estudos ecológicos elucidaram a distribuição e os mecanismos reprodutivos. A identificação de compostos ativos de interesse para saúde e cosmética e também, para a qualidade dos frutos para a indústria alimentícia, levou à exploração comercial. A fim de aperfeiçoar a produção, estudos relacionados a aspectos agronômicos tornaram-se essências, entre estes foram realizados estudos para identificação de genótipos superiores e desenvolvimento de técnicas de plantio e manejo. Os trabalhos na área de genética são recentes, da ultima década, e trazem informações de diversidade genética das populações naturais de pitangueira do Brasil. A compilação desses dados possibilitou observar que há um forte interesse econômico na espécie. No entanto, os estudos realizados até o momento, são insuficientes para o entendimento da ecologia da espécie. A exploração econômica, sem o conhecimento básico, pode comprometer o futuro da mesma. Isso poderá ser evitado com a intensificação de estudos na área de genética, ecologia e manejo sustentável de E. uniflora.

Abstract

The Surinam cherry (Eugenia uniflora L.) is an arboreal species, native to the Atlantic Forest biome, which has recently been exploited by food and cosmetic industries and to the use as medicinal plant. For commercial exploitation of a native species is necessary basic knowledge of ecology and genetics in order to plane sustainable strategies of management. This review provides a compilation of scientific works with Surinam cherry in the period 1960 to 2010. The first studies with Surinam cherry were about taxonomic characterization. These works focused on find specific descriptors of the kind that enables us to distinguish them from other species of the genus. Ecological studies have elucidated the distribution and reproductive behavior of the Surinam cherry. The identification of active compounds of interest to cosmetics and health and quality of fruit for the food industry has led to commercial exploitation. In order to improve production, studies related to agronomic aspects become essential. Among these studies were conducted experiments to identify superior genotypes and development of techniques for planting and management. The works in genetics is recent, date of the last decade, and provide information of genetic diversity in natural populations of Surinam cherry in Brazil. The compilation of these data allowed observing that there is a strong economic interest in the species. However, the studies so far are insufficient for understanding the ecology of the species. The economic exploitation, without the basic knowledge, can compromise the future of the species. This can be avoided with the intensification of studies in genetics, ecology and sustainable management of Eugenia uniflora.


Texto completo:

PDF


AMBIÊNCIA

Alameda Élio Antonio Dalla Vechia, n. 838,
Bairro Vila Carli – CEDETEG
85040-167  Guarapuava-Paraná-Brasil
ISSN 1808-0251 (Print) - Ambiência ISSN 2175-9405 (Online)

        Logotipo do Crossref               

Periódicos Qualis - Plataforma Sucupira

Qualis B2 - Ensino

Qualis B3 - Interdisciplinar

Qualis B3 - Planejamento Urbano e Regional / Demografia

Qualis B2 - GEOGRAFIA

InfoBase Index - IBI Factor 2016 = 2,5


Large Visitor Globe     

                        Copyright © 2005-2019 Editora Unicentro
Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License.