Avaliação bromatológica e perfil de ácidos graxos da carne de frangos de corte alimentados com rações contendo farinha de carne e ossos

Assessment of chemical and fatty acid profile in meat from chickens fed with rations made of meat and bone flour

Daiana Novello, Paulo Roberto Ost, Mikael Neumann, Luiz Giovani de Pellegrini

Resumo


O presente trabalho objetivou analisar a composição química e perfil de ácidos graxos (AG) da carne dos frangos de corte machos (peito e coxa/sobre-coxa), alimentados com rações contendo 2,5% e 5% de farinha de carne e ossos (FCO) e ração controle, bem como, comparar os resultados obtidos com valores de tabelas de composição química nacionais e estrangeiras. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado, com três tratamentos, cinco repetições e dez aves por unidade experimental. Não houve diferença significativa (P>0,05) na composição química da carne do peito e de coxa/sobre-coxa dos frangos submetidos aos tratamentos. Na carne do peito, o tratamento com 2,5% de FCO proporcionou diminuição de AG mirístico (saturado) (P<0,05) quando comparado aos outros dois tratamentos, mostrando-se de melhor qualidade nutricional. Quanto aos ácidos graxos poliinsaturados (PUFAs), a adição de FCO não afetou a composição (P>0,05). A ração referência foi considerada de pior qualidade para a obtenção de um bom perfil ω-6/ω-3 no corte do peito. A relação PUFAs/saturados conseguiu superioridade benéfica nas amostras avaliadas com 2,5% e 5% de FCO no peito e na coxa/sobrecoxa, respectivamente. As Tabelas de Composição de Alimentos tanto nacionais como internacionais, demonstraram-se com valores discrepantes dentre os resultados analisados, indicando a necessidade de mais pesquisas neste assunto. De forma geral, pode-se concluir que a utilização de FCO influenciou positivamente o perfil de ácidos graxos da carne dos frangos.

Abstract

This paper presents an analysis of the chemical composition and fatty acid profi le (FA) of chicken meat in cuts from males (breast and drum/ thigh) fed with rations made of 2,5% and 5% of meat and bone flour (MBF), with a control ration. The paper also features a comparison of the obtained results with national and foreign chemical composition value charts. The experimental distribution was done entirely at random, with 3 treatments, 5 repetitions and 10 chickens per experimental unit. There was no significant difference (P>0,05) in the breast and drum/thigh meat chemical composition of the chickens submitted to the treatments. The treatment with 2,5% of MBF allowed for a decrease of saturated FA (P<0,05) in breast meat when compared to the other two treatments, revealing its better nutritional quality. Regarding polyunsaturated FA, the addition of MBF did not affect the composition (P>0,05). The reference ration was considered worse for obtaining a good breast cut profi le of ω-6/ω-3. In breast and drum/thigh, respectively, the best relation was in the samples with 2,5% and 5% of MBF. Both the national and the foreign Food Composition Charts demonstrated inconsistent values for the analyzed results, indicating the need for more research about this subject. Overall, it is plausible to conclude that the use of MBF influenced the profi le of fat acids in the studied chicken meat positively.


Palavras-chave


composição química; frango de corte; ácidos graxos; farinha de carne de ossos.

Texto completo:

PDF


AMBIÊNCIA

Alameda Élio Antonio Dalla Vechia, n. 838,
Bairro Vila Carli – CEDETEG
85040-167  Guarapuava-Paraná-Brasil
ISSN 1808-0251 (Print) - Ambiência ISSN 2175-9405 (Online)

        Logotipo do Crossref               

Periódicos Qualis - Plataforma Sucupira

Qualis B2 - Ensino

Qualis B3 - Interdisciplinar

Qualis B3 - Planejamento Urbano e Regional / Demografia

Qualis B2 - GEOGRAFIA

InfoBase Index - IBI Factor 2016 = 2,5


Large Visitor Globe     

                        Copyright © 2005-2019 Editora Unicentro
Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License.