Editorial

Luciano Farinha Watzlawick

Resumo


Nas Universidades, existem os três grandes pilares que envolvem a atividade universitária, ou seja: ENSINO, PESQUISA e a EXTENSÃO, sendo que da junção dos três ocorre uma complementação para a formação acadêmica. A pesquisa geralmente é conduzida por professores-pesquisadores, pós-graduandos e alunos de iniciação científica. A construção do projeto de Universidade no Brasil sempre tencionou o avanço da pesquisa e por sua vez da ciência. Contudo, sabe-se que mais fortalecidas, e em evidência se encontram as atividades de ensino, devido a necessidade urgente de formação dos quadros profissionais. No entanto, as atividades de extensão e de pesquisa, são conduzidas por grupos de professores, principalmente os universitários que entregam parte de sua vida, tempo e saúde para somar ao que acreditam ser inovador, didático e ao mesmo tempo superador do conhecimento já construído. Assim, buscam desenvolver suas atividades dentro de uma nova ética, que ultrapassa os conceitos da micro-ética liberal, ou seja, uma ética que não confere direitos somente àqueles à quem se pode impor obrigações. Pois, segundo o princípio pós-moderno de responsabilidade, tanto a natureza quanto o futuro têm direitos sem ter deveres. Desta forma, acredito que desenvolver atividades de pesquisa que envolvem tanto a natureza quanto o futuro, desencadeiam numa atividade amorosa que faz com que os pesquisadores não consigam separar ou dividir suas ações entre atividades profissionais e atividades de pesquisa. São como seres mordidos, que depois desta feita nunca mais serão curados. Estes conforme suas possibilidades e o momento vivenciado transformam e fortalecem outras áreas, ações e atividades e inclusive outras pesquisas. Assim, a gestão de pesquisa é uma energia tão vital para as suas vidas, que o agir profissional dificilmente impõe limites entre o viver, o ser, e o ser pesquisador. Por fim, o pesquisar e a divulgação dos resultados das pesquisas se impõem naturalmente e transforma vidas. Pois, a cada ideia existe mais uma chance de pesquisar. E a cada pesquisa mais chance de dividir partilhar e buscar parcerias. Assim, foi o viver do tão notável Professor, Pesquisador, Dr. Attilio Antonio Disperati. Que ao dispor de suas capacidades em favor da Sociedade, da UNICENTRO, da internacionalização da Revista Ambiência, pode participar e ao mesmo tempo elevar a qualidade de colaborador e construtor de uma pesquisa que iniciava dentro da área da Engenharia Florestal nesta instituição. Desta forma, há que reconhecer o trabalho e a dedicação que impulsionou e desenvolveu esta área e a contribuição para as demais atividades desta instituição. Inclusive do seu próprio reconhecimento. Há que se dizer que colegas e amigos puderam observar que enquanto houve um sopro de vida, o tornava mais pesquisador pela condição de colaborador árduo que fez da ciência, da pesquisa do ensino e da extensão o motivo de sua própria existência e assim, posso afirmar que desde colega e amigo os resultados das suas atividades profissionais e de pesquisador, somam-se às qualidades de ser humano, acrescendo ainda mais os atributos de pai amoroso, filho dedicado, amigo fiel e esposo inesquecível. Adeus Attilio. Que sua memória fique gravada, com letra e tinta e sentimento que carregam no coração aqueles que te conheceram.

Prof. Dr. Luciano Farinha Watzlawick


Texto completo:

PDF


AMBIÊNCIA

Alameda Élio Antonio Dalla Vechia, n. 838,
Bairro Vila Carli – CEDETEG
85040-167  Guarapuava-Paraná-Brasil
ISSN 1808-0251 (Print) - Ambiência ISSN 2175-9405 (Online)

        Logotipo do Crossref               

Periódicos Qualis - Plataforma Sucupira

Qualis B2 - Ensino

Qualis B3 - Interdisciplinar

Qualis B3 - Planejamento Urbano e Regional / Demografia

Qualis B2 - GEOGRAFIA

InfoBase Index - IBI Factor 2016 = 2,5


Large Visitor Globe     

                        Copyright © 2005-2019 Editora Unicentro
Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License.