Fragilidade física em unidades de conservação: estudo de caso da Reserva Ecológica Itaytyba – RPPN

Physical fragility in conservation units: a case study of the Itaytyba Ecological Reserve - RPPN

Ronaldo Ferreira Maganhotto, Leonardo José Cordeiro Santos, Luiz Cláudio de Paula Souza, Marcos Antonio Miara

Resumo


A utilização irracional dos recursos naturais aliada ao lançamento indiscriminado de dejetos na superfície terrestre potencializou, nas últimas décadas, impactos de ordem ambiental. Tal realidade despertou a necessidade de criação e implementação de medidas e estratégias de combate a tal situação. Assim, a legitimação de Unidades de Conservação por meio do Sistema Nacional de Unidades de Conservação - SNUC surgiu com tal propósito. No entanto, questões como regulamentação fundiária, falta de recursos financeiros e humanos nos processos de gestão e manejo de Unidades de Conservação e de análises específicas sobre cada área, são fatores que comprometem a funcionalidade e o objetivo preservacionista dessas unidades. Nesse contexto, priorizando a preservação do ambiente, este trabalho tem como objetivo a análise da fragilidade física ambiental como medida base para a preservação da natureza. A pesquisa ocorreu na Reserva Particular do Patrimônio Natural - RPPN Reserva Ecológica Itaytyba, localizada no município de Tibagi (PR). Este estudo fundamentou-se numa metodologia que prioriza uma análise conjunta e integrada das variáveis físicas, gerando uma identificação de diferentes classes de fragilidade. Esses procedimentos possibilitaram a identificação de locais com diferenciados graus de susceptibilidade aos impactos ambientais dentro da área de estudo. Dessa forma, a avaliação e a correlação destas variáveis certificaram o manejo da propriedade, além de fundamentar tecnicamente sua manutenção ambiental.

Abstract

The irrational use of the natural resources combined with the imprudent launching of dejections onto the surface of Earth have increased environmental impacts during the last decades. Such reality prompted the creation and implementation of measures and strategies for dodging the situation. The legitimation of Conservation Units by means of the National System of Conservation Units – SNUC - happened to meet this goal. However, issues such as agrarian regulation, lack of financial and human resources in the administration and management processes of Conservation Units, and the lack of specific analyses covering each area jeopardize the operation and the preservation of these units. From this stance, and in keeping with environmental preservation as a priority, the objective of this work has been to analyze the environment physical fragility as a basic means for nature preservation. The research was done in the Private Reserve of Natural Patrimony - RPPN Ecological Reserve Itaytyba, located in the town of Tibagi (PR). This study was based on a methodology that accentuates a joint and integrated analysis of the physical variable, generating an identification of different fragility types. These procedures allowed for the identification of places with differentiated degrees of susceptibility to the environmental impacts in the studied area. The assessment and the correlation of these variables granted the property management, besides technically supporting its environmental maintenance.


Palavras-chave


unidade de conservação; planejamento; fragilidade física.

Texto completo:

PDF


AMBIÊNCIA

Alameda Élio Antonio Dalla Vechia, n. 838,
Bairro Vila Carli – CEDETEG
85040-167  Guarapuava-Paraná-Brasil
ISSN 1808-0251 (Print) - Ambiência ISSN 2175-9405 (Online)

        Logotipo do Crossref               

Periódicos Qualis - Plataforma Sucupira

Qualis B2 - Ensino

Qualis B3 - Interdisciplinar

Qualis B3 - Planejamento Urbano e Regional / Demografia

Qualis B2 - GEOGRAFIA

InfoBase Index - IBI Factor 2016 = 2,5


Large Visitor Globe     

                        Copyright © 2005-2019 Editora Unicentro
Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License.