Influência da espécie na qualidade da biomassa florestal sob estocagem, para geração de energia

Influence of species in the quality of forest biomass in storage, for energy generation

Martha Andreia Brand

Resumo


Este trabalho determinou a influência da espécie nas alterações ocorridas na biomassa durante a estocagem, visando ao uso na geração de energia. Foram utilizadas toras com casca de Pinus taeda e Eucalyptus dunnii, estocadas em pilhas, por um período de seis meses, com coletas no material recém colhido, com dois, quatro e seis meses de estocagem. Foram utilizados quatro lotes: lote 1 (outubro a maio); lote 2 (janeiro a agosto); lote 3 (maio a novembro) e lote 4 (agosto a fevereiro). As propriedades avaliadas foram: teor de umidade na base úmida, poder calorífico superior e líquido, composição química (extrativos) e teor de cinzas. A espécie teve influência sobre o comportamento da biomassa frente à estocagem. As toras de Eucalyptus tiveram melhor comportamento durante a estocagem que as toras de Pinus, perdendo mais umidade, tendo menor alteração na composição química e maior ganho energético ao longo do tempo de estocagem. A estocagem contribuiu para a redução do teor de umidade, provocou alterações na composição química da madeira e no poder calorífico, mas sem influenciar significativamente o teor de cinzas da biomassa na forma de toras.

Abstract

This study aimed to determine the influence of species on changes in biomass during storage in order to use in energy generation. It was used logs with bark of Pinus taeda and Eucalyptus dunnii, stored in piles, for a period of six months, with collections in the freshly harvested material, with two, four and six months of storage. It was utilized four lots: the first lot was stored between October to May, the second lot (January-August), the third lot (May-November) and the fourth (August-February). The properties evaluated were: moisture content on wet basis, calorific superior and liquid power, chemical composition (extract) and ash content. The species had an influence on the behavior front of biomass storage. The Eucalyptus logs had better behavior in the storage than the Pinus logs, losing more moisture, with minor changes in chemical composition and higher energy gain over time of storage. The storage contributes to the reduction of moisture content, causes changes in chemical composition of wood and the calorific value, but without significant influence on the ash content of biomass in the form of logs.


Palavras-chave


Pinus taeda; Eucalyptus dunnii; poder calorífico; composição química

Texto completo:

PDF


AMBIÊNCIA

Alameda Élio Antonio Dalla Vechia, n. 838,
Bairro Vila Carli – CEDETEG
85040-167  Guarapuava-Paraná-Brasil
ISSN 1808-0251 (Print) - Ambiência ISSN 2175-9405 (Online)

        Logotipo do Crossref               

Periódicos Qualis - Plataforma Sucupira

Qualis B2 - Ensino

Qualis B3 - Interdisciplinar

Qualis B3 - Planejamento Urbano e Regional / Demografia

Qualis B2 - GEOGRAFIA

InfoBase Index - IBI Factor 2016 = 2,5


Large Visitor Globe     

                        Copyright © 2005-2019 Editora Unicentro
Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License.