O uso da fotocatálise para a desinfecção e desodorização do ar interno

Mariana Eller Quadros Lacey, Waldir Nagel Schirmer

Resumo


São variadas as técnicas de tratamento do ar. A fotocatálise faz parte dos processos oxidativos avançados, que são aqueles que utilizam o radical hidroxila para degradar os compostos poluentes. Nos processos fotocatalíticos, este radical hidroxila é formado a partir de moléculas de água em contato com a superfície do catalisador, ativado pela luz. As aplicações ambientais (por fotocatálise) mais comuns utilizam-se de dióxido de titânio (TiO2), entre elas o tratamento da água e do ar, destacando-se a desinfecção e desodorização de correntes de ar com baixas concentrações de poluentes, como em ambientes internos de edifícios residenciais ou comerciais. As limitações desta técnica de tratamento estão na faixa de comprimento de onda da luz absorvida e no tamanho das moléculas poluentes a serem tratadas.



Palavras-chave


ar interno; dióxido de titânio; fotocatálise; odor; poluição do ar.

Texto completo:

RESUMO PDF


AMBIÊNCIA

Alameda Élio Antonio Dalla Vechia, n. 838,
Bairro Vila Carli – CEDETEG
85040-167  Guarapuava-Paraná-Brasil
ISSN 1808-0251 (Print) - Ambiência ISSN 2175-9405 (Online)

        Logotipo do Crossref               

Periódicos Qualis - Plataforma Sucupira

Qualis B2 - Ensino

Qualis B3 - Interdisciplinar

Qualis B3 - Planejamento Urbano e Regional / Demografia

Qualis B2 - GEOGRAFIA

InfoBase Index - IBI Factor 2016 = 2,5


Large Visitor Globe     

                        Copyright © 2005-2019 Editora Unicentro
Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License.