Mapeamento geoestatístico de parâmetros obtidos em sondagens de simples reconhecimento na cidade de Santa Maria–RS–Brasil

Geostatistical mapping of parameters obtained in surveys of simple recognition in the central portion of city of Santa Maria–RS

Ana Paula Dal'Asta, Carlos Alberto da Fonseca Pires, Rinaldo José Barbosa Pinheiro

Resumo


A geoestatística constitui um conjunto de ferramentas amplamente utilizadas para a análise espacial de dados das ciências da terra, especialmente no que tange à predição de valores para pontos não amostrados. Dispondo de boletins de sondagens de simples reconhecimento realizados na cidade de Santa Maria, é possível, utilizando-se de técnicas de geoestatísticas, prever valores de Standard Penetration Test (SPT) para pontos desconhecidos (não amostrados) e, com isso, obter superfícies contínuas. Assim, o presente trabalho teve por objetivo localizar e analisar a distribuição e o comportamento dos parâmetros cota da boca da sondagem e o impenetrável à percussão, obtidos em boletins de sondagens SPT, na porção central da cidade de Santa Maria (RS). Foram utilizados dados de 77 SPT, sendo 33 amostras obtidas na Formação Santa Maria exceto arenito basal e 43 amostras na Formação Caturrita, para análise geoestatística. A variabilidade espacial foi caracterizada pela análise variográfica, onde foi identificada a anisotropia e a dependência espacial das amostras. A variável impenetrável à percussão apresentou maior variabilidade, sendo o modelo esférico o que melhor se ajusta ao semivariograma experimental. Para a variável altitude da boca da sondagem, o modelo mais adequado foi o gaussiano, que através da validação do modelo, mostrou acuracidade no ajuste, com coeficientes de correlação de 87,1%, para a Formação Santa Maria exceto Arenito Basal e 94,7%, na Formação Caturrita.

Abstract

Geostatistics is a set of widely used tools for spatial data analysis of earth sciences, especially regarding to the prediction of values for non-sampled points. By having bulletins surveys of simple reconnaissance made in the city of Santa Maria it is possible, using geostatistical techniques, to predict values of Standard Penetration Test (SPT) to points unknown (not sampled) and thus obtain continuous surfaces. Thus, the present study aimed to locate and analyze the distribution and the behavior of parameters quota mouth drilling and the impenetrable to percussion, obtained in bulletins polls SPT in the central part of the city of Santa Maria (RS). It was utilized data from 77 SPT, being 33 samples obtained from the Santa Maria Formation except basal sandstone and 43 samples in the Caturrita Formation, for geostatistical analysis. The spatial variability was characterized by the variogram analysis, where we identified the anisotropy and spatial dependence of the samples. The variable impenetrable to percussion showed greater variability with the spherical model which best fits the semivariogran experiment. For the variable altitude of the mouth of the catheter, the most appropriate model was the Gaussian, which through the validation of the model showed accuracy in adjustment, with correlation coefficients of 87.1% for the Santa Maria Formation except Basal Sandstone and 94, 7% in the Caturrita Formation.


Palavras-chave


mapeamento geoestatístico; análise espacial; SPT; Geoestatística.

Texto completo:

PDF


AMBIÊNCIA

Alameda Élio Antonio Dalla Vechia, n. 838,
Bairro Vila Carli – CEDETEG
85040-167  Guarapuava-Paraná-Brasil
ISSN 1808-0251 (Print) - Ambiência ISSN 2175-9405 (Online)

        Logotipo do Crossref               

Periódicos Qualis - Plataforma Sucupira

Qualis B2 - Ensino

Qualis B3 - Interdisciplinar

Qualis B3 - Planejamento Urbano e Regional / Demografia

Qualis B2 - GEOGRAFIA

InfoBase Index - IBI Factor 2016 = 2,5


Large Visitor Globe     

                        Copyright © 2005-2019 Editora Unicentro
Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License.