Avaliação da fauna edáfica associada à serapilheira em três formações florestais, no município de Santa Maria, Rio Grande do Sul

Evaluation of soil fauna associated with litter in three forest types in Santa Maria, Rio Grande do Sul

Ariéli Corrêa Dalla Corte, Jardel Boscardin, Ervandil Corrêa Costa, Mauro Valdir Schumacher, Danilo Boanerges Souza

Resumo


Este trabalho objetivou avaliar a fauna edáfica associada à serapilheira, em três formações florestais: mata nativa, Eucalyptus grandis Hill ex Maiden e Pinus elliottii Engelm. Para tanto, foram instaladas, semanalmente, de setembro a novembro de 2008, seis armadilhas de queda, contendo conservante, expostas por um período de 48 horas. Em laboratório, o material recolhido nas armadilhas foi triado e separado em grupos taxonômicos. Para fins de comparação com a composição química da serapilheira, retiraram-se seis amostras da mesma, em cada ecossistema, utilizando uma sonda de metal de 25 cm x 25 cm, sendo este material devidamente embalado e identificado, e em seguida enviado ao laboratório. Em laboratório amostras foram secas, trituradas, e determinados os teores de macros (g kg-1) e micronutrientes (mg kg-1) e, após, comparadas as médias estatisticamente (Teste t, p<0,05). Dos 1.633 artrópodos, distribuídos em dez grupos taxonômicos; a maior abundância foi encontrada em mata nativa (46,8 %). Verificou-se uma maior dissimilaridade entre a mata nativa, em relação aos artrópodos coletados nos plantios homogêneos compostos por E. grandis e P. elliottii , sendo que estes últimos apresentaram maiores riquezas (ambos com nove grupos taxonômicos), e índices de diversidade H’=0,5345 e H’=0,530, respectivamente. A mata nativa também apresentou maiores valores para a maioria dos macro e micronutrientes encontrados na serapilheira. Assim, a partir os resultados encontrados, infere-se que haja uma relação entre abundância de artrópodos e as concentrações dos nutrientes encontrados na serapilheira, sendo estes valores maiores em ambientes mais heterogêneos, como é o caso da mata nativa.

Abstract

This study aimed to evaluate the soil fauna associated with litter in three forest types: native forest, Eucalyptus grandis Hill ex Maiden. and Pinus elliottii Engelm. So, were installed, weekly, from September to November 2008, six pitfall traps containing preservative, exposed for a period of 48 hours. In the laboratory, the material collected in the traps was sorted and separated into taxonomic groups. For purposes of comparison to the chemical composition of litter, were removed from six samples of the same in each ecosystem, using a metal probe of 25 cm x 25 cm, this material being appropriately packaged and labeled, then at the laboratory, samples were dried, crushed, and the levels of certain macros (g kg-1) and micronutrients (mg kg-1) and after comparing the mean, statistically (t test, p<0.05). 1633 of arthropods, divided into 10 taxonomic groups, the highest abundance was found in bushland (46.8%). There was a greater dissimilarity between native forest, compared to arthropods collected in homogeneous stands composed of E. grandis and P. elliottii , and the latter had greater wealth (both with nine taxonomic groups), and diversity index H’ = 0.5345 and H’ = 0.530, respectively. The native forest also showed higher values for most macro and micronutrients found in burlap. Thus, from the results it appears that there is a relationship between arthropod abundance and concentrations of nutrients found in leaf litter, these values being higher in more heterogeneous environments, such as the native forest.


Palavras-chave


entomologia florestal; insetos de solo; nutrição florestal

Texto completo:

PDF


AMBIÊNCIA

Alameda Élio Antonio Dalla Vechia, n. 838,
Bairro Vila Carli – CEDETEG
85040-167  Guarapuava-Paraná-Brasil
ISSN 1808-0251 (Print) - Ambiência ISSN 2175-9405 (Online)

        Logotipo do Crossref               

Periódicos Qualis - Plataforma Sucupira

Qualis B2 - Ensino

Qualis B3 - Interdisciplinar

Qualis B3 - Planejamento Urbano e Regional / Demografia

Qualis B2 - GEOGRAFIA

InfoBase Index - IBI Factor 2016 = 2,5


Large Visitor Globe     

                        Copyright © 2005-2019 Editora Unicentro
Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License.