Pesquisas em unidades de conservação urbanas no Paraná: conhecimentos raramente divulgados ou aplicados

Research in urban conservation units in Paraná state, Brazil: knowledge rarely disclosed or used

Huilquer Francisco Vogel, Oséias Cardoso, Luciano Farinha Watzlawick, João Batista Campos

Resumo


Devido à necessidade de manutenção dos serviços ambientais prestados por ecossistemas urbanos, objetivou-se quantificar o total de artigos científicos gerados em parques urbanos (Unidades de Conservação urbanas - UCs) do Paraná. Também foi averiguado se essas informações são disponibilizadas para a população em geral, e se tais pesquisas são refletidas em estratégias de manejo das UCs urbanas. Para conduzir o trabalho, foi investigada a produção científica gerada em cada UC urbana do estado do Paraná categorizada como Parque ambiental ou ecológico, e consideradas áreas de preservação ambiental de acordo com a legislação estadual. Posteriormente, houve a aplicação de um formulário aos autores que executam pesquisas nestas UCs. Um total de 27 (37,5%), dos 72 Parques, obtiveram, no mínimo, um trabalho de pesquisa associado, e a maior quantidade de trabalhos foi encontrada no Parque Municipal das Araucárias, situado no município de Guarapuava (n=33). A maior diversidade de áreas de estudo ocorreu no Parque Arthur Thomas, em Londrina. Trabalhos na área de Ciências Biológicas foram os mais numerosos (n=88; 69,84%). O fator relevância ou importância do local foi o mais determinante para a realização de pesquisas nesses Parques. Aproximadamente 88,46% dos pesquisadores afirmaram que nunca lhes foram solicitados os dados provenientes de suas pesquisas, enquanto apenas 11,54% dos autores disponibilizam seus estudos para o público em geral. Um total de 76% dos entrevistados consideram os Parques urbanos como unidades de conservação. Dessa forma, é pouco frequente a requisição de informações para aplicação em políticas ou estratégias de conservação, portanto, existe a necessidade de que se crie uma ligação entre pesquisadores e gestores destas UCs, visando incrementar o manejo desses locais por meio de políticas públicas, permitindo assegurar a fiscalização e a conservação da natureza em ecossistemas urbanos.

Abstract

Due to the need to maintain environmental services provided by urban ecosystems, this paper aimed to quantify the total number of scientific articles produced as regards urban parks (Urban Conservation Units-UCUs) of Paraná state. This work also examined whether this information is available to the general population, and if such surveys are reflected in management strategies of the UCUs. To conduct the study, we investigated the scientific production in each UCU of Paraná state categorized as an environmental or ecological park, and considered conservation areas according to state law. A form was later distributed to the authors of research in these UCUs. A total of 27 (37.5%) of the 72 parks had at least one scientific study, and the largest number of works were found in Araucaria Municipal Park, located in Guarapuava (Paraná state, Brazil) (n = 33). The greatest diversity of study areas occurred in Arthur Thomas Park, located in Londrina (Paraná state). Scientific papers in the field of Biological Sciences were the most numerous (n=88, 69.84%). The factor relevance or importance of the site was the most crucial for conducting research in these parks. Approximately 88.46% of the researchers said that the data from their research had never been requested, while only 11.54% of the authors make their studies available to the general public. A total of 76% of the respondents considered the urban parks as effective conservation units. Therefore, the request for information for use in policies or conservation strategies is infrequent, and it is necessary to create a bridge between researchers and managers of these UCUs, aiming at improving the management of these sites through public policies, ensuring supervision and maintenance of nature on urban ecosystems.


Palavras-chave


Ecossistemas urbanos. Unidades de Conservação. Florestas urbanas.

Texto completo:

PDF


AMBIÊNCIA

Alameda Élio Antonio Dalla Vechia, n. 838,
Bairro Vila Carli – CEDETEG
85040-167  Guarapuava-Paraná-Brasil
ISSN 1808-0251 (Print) - Ambiência ISSN 2175-9405 (Online)

        Logotipo do Crossref               

Periódicos Qualis - Plataforma Sucupira

Qualis B2 - Ensino

Qualis B3 - Interdisciplinar

Qualis B3 - Planejamento Urbano e Regional / Demografia

Qualis B2 - GEOGRAFIA

InfoBase Index - IBI Factor 2016 = 2,5


Large Visitor Globe     

                        Copyright © 2005-2019 Editora Unicentro
Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License.