Mapeamento das mudanças de uso da terra para cana-de-açúcar no Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba-MG (2011)

Mapping of land use change to sugar cane in Triângulo Mineiro and Alto Paranaíba-MG (2011) Mariana

Mariana Gomide Vieira, Jussara Dos Santos Rosendo

Resumo


O cultivo da cana-de-açúcar tem se tornado cada vez mais intenso no Brasil, como apontaram os dados do IBGE (2010) e CANASAT (2012). Sua expansão pode estar associada aos incentivos políticos, ao aumento da demanda interna e externa e à grande extensão de terras que o país possui. As técnicas de geoprocessamento, associadas aos dados de sensoriamento remoto, são fundamentais para o mapeamento da cana-de-açúcar, contribuindo para a compreensão e ordenamento do espaço geográfico. O estado de Minas Gerais é o segundo maior produtor de cana-de-açúcar do país, sendo a mesorregião do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba a principal área produtora do estado (CANASAT, 2012). O principal objetivo desta pesquisa foi mapear as mudanças de uso da terra relacionadas à expansão da cana-de-açúcar, na mesorregião do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba-MG. Em termos metodológicos, foram utilizadas imagens de satélite TM/Landsat 5 (2011); dados do mapeamento do projeto PROBIO (2002); o processamento das imagens de satélite foi realizado no software Spring 5.1.8 (georreferenciamento, mosaicagem, recorte, segmentação e classificação automática de Battacharya) e, para a elaboração dos mapas finais, foi utilizado o software ArcView 3.2. Para finalizar, trabalhos de campo na área de pesquisa foram realizados para correção dos erros do mapeamento. Os resultados alcançados com esta pesquisa apontam que a cana-de-açúcar ocupou em 2011, 889.155 ha, valor este significativamente maior que o mapeamento realizado pelo IBGE em 2010 e CANASAT nas safras de 2011/2012; 2012/2013 na referida área de pesquisa. A partir da conversão do uso do solo, com o auxílio do mapeamento realizado pelo PROBIO em 2002, identificou que a cana-de-açúcar expandiu em 599.336 ha sobre o domínio de áreas agrícolas.

Abstract

The cultivation of sugar cane has become increasingly intense in Brazil as shown by IBGE (2010) and by CANASAT (2012). Expansion may be associated to political incentives, to the increase of domestic and foreign demand and the large amount of land of the country. The geoprocessing techniques, associated with remote sensing data, are crucial for sugar cane mapping, contributing to the understanding and management of geographic space. The state of Minas Gerais is the second largest producer of sugarcane in the country, and the mesoregion of Triângulo Mineiro and Alto Paranaíba is the state’s main producing area (CANASAT, 2012). The main objective of this research was to map the land use changes as consequence of the expansion of sugarcane in the middle region of Triângulo Mineiro and Alto Paranaíba-MG. In terms of methodology, we used satellite images TM / Landsat 5 (2011); design mapping data PROBIO (2002); the satellite images processing was performed in the software Spring 5.1.8 (georeferencing, mosaicking, cropping, segmentation and automatic Battacharya classification) and to prepare the final maps it was used the ArcView 3.2 software, and last, fieldwork in the research area was performed to correct mapping errors.The results showed that the total area identified as sugar cane culture in the mesoregion was 889,155 ha., a figure significantly higher than the mapping carried by the IBGE in 2010 and by CANASAT in harvests in 2011/2012 and 2012/2013 in the referred area of research. It was identified from the conversion of land use, with the help of mapping conducted by PROBIO in 2002, the sugarcane expanded in 599,336 ha over the domain of agricultural areas.


Palavras-chave


Geoprocessamento; Sensoriamento Remoto; classificação automática de Battacharya.

Texto completo:

PDF


AMBIÊNCIA

Alameda Élio Antonio Dalla Vechia, n. 838,
Bairro Vila Carli – CEDETEG
85040-167  Guarapuava-Paraná-Brasil
ISSN 1808-0251 (Print) - Ambiência ISSN 2175-9405 (Online)

        Logotipo do Crossref               

Periódicos Qualis - Plataforma Sucupira

Qualis B2 - Ensino

Qualis B3 - Interdisciplinar

Qualis B3 - Planejamento Urbano e Regional / Demografia

Qualis B2 - GEOGRAFIA

InfoBase Index - IBI Factor 2016 = 2,5


Large Visitor Globe     

                        Copyright © 2005-2019 Editora Unicentro
Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License.