Análise da estrutura diamétrica do sassafrás (Ocotea odorifera (Vell.) Rohwer) em fragmentos fl orestais no município de Fazenda Rio Grande, Paraná

Diametric Structural Analysis of Sassafras (Ocotea odorifera (Vell.) Rohwer) in Forest Fragments in the Municipality of Fazenda Rio Grande, Paraná

Sylvio Péllico Neto, Fernando José Fabrowski, Saulo Henrique Weber

Resumo


A espécie Ocotea odorifera (Vell.) Rohwer, conhecida como sassafrás, foi intensamente explorada para fi ns econômicos de produção de safrol e entrou em declínio acelerado devido à falta de programas de reposição e de técnicas de manejo. Assim, o objetivo do presente estudo foi analisar a estrutura diamétrica do sassafrás nos fragmentos e áreas fl orestais da Fazenda Experimental Gralha Azul, localizada no município de Fazenda Rio Grande, Paraná, bem como relacioná-la com a exploração ocorrida na região. Para se atingir uma visão completa sobre a dinâmica da espécie e também para consubstanciar as informações relevantes sobre ela, foi realizado o inventário total da espécie ocorrente nos fragmentos florestais remanescentes naquela unidade de pesquisa. Foram encontradas 6.275 árvores adultas (DAP≥10 cm) de sassafrás com variação diamétrica entre 10 e 60,48 cm, irregularmente distribuídas, das quais 5.621 (89,58 %) estão presentes nos fragmentos fl orestais IX, XI, XII e XIII (20,42; 24,97; 9,14 e 21,56; sassafrás adultos/ha, respectivamente). Esses fragmentos somam 329,60 ha (67,92%) do total de 485,29 da cobertura fl orestal da Fazenda. A ocorrência de moda na distribuição diamétrica do sassafrás nas áreas 4, 5, 8, 13 entre a terceira e a quarta classe, indica que houve ação antrópica, principalmente para a extração de óleo essencial (Safrol). Conclui-se, ainda, em função da posição da moda, que a área de estudo foi explorada na mesma época. Pode-se afi rmar que tem ocorrido regeneração natural na área de estudo, com formação de banco de mudas. Como observado nas diversas áreas estudadas, a maior concentração de indivíduos jovens ocorre nas primeiras classes diamétricas, razão pela qual no conjunto geral, resultou em uma distribuição exponencial negativa, típica de populações em fase de evolução sucessional.

Abstract

The species Ocotea odorifera (Vell.) Rohwer, known as sassafras, was intensely explored for the economic purpose of safrol production and because of that entered in decline due the lack of programs and management techniques for de species. Thus, the objective of the present study was to analyze the diametric structure of sassafras in the forest fragmented areas of the Gralha Azul Experimental Farm, located in the Municipality of Fazenda Rio Grande, Parana, as well as relating it with the occurred exploitation in the region. To reach a complete vision on the species dynamics and also to aggregate good information on it, a total forest inventory of the species in the remaining forest fragments of the research area was conducted. A total of 6,275 mature trees (DBH≥10 cm) of sassafras with diametric variation between 10 and 60.48 cm had been found, irregularly distributed, of which 5,621 (89.58%) are present in forest fragments IX, XI, XI and XIII (20.42; 24.97; 9.14 and 21.56; sassafras mature/ha, respectively). These fragments totalize 329.60 ha (67.92%) of the total Farm forest area (485.29 ha). The occurrence of mode in the diametric distribution of sassafras in areas 4, 5, 8, 13 between the third and fourth diameter classes indicates mainly that it had human action, for the essential oil extraction (Safrol). It is concluded, also, in function of the mode position, that the study area was explored at the same time. It can be affi rmed that natural regeneration in the study area has occurred, with formation of sapling bank. As observed in the diverse studied areas, the highest concentration of young individuals occurs in the fi rst diametric classes, because in this situation, it resulted in a negative exponential distribution, typical of populations in sucessional evolution phase.


Palavras-chave


Distribuição diamétrica; Ocotea odorifera (Vell.) Rohwer; Estágio sucessional.

Texto completo:

PDF


AMBIÊNCIA

Alameda Élio Antonio Dalla Vechia, n. 838,
Bairro Vila Carli – CEDETEG
85040-167  Guarapuava-Paraná-Brasil
ISSN 1808-0251 (Print) - Ambiência ISSN 2175-9405 (Online)

        Logotipo do Crossref               

Periódicos Qualis - Plataforma Sucupira

Qualis B2 - Ensino

Qualis B3 - Interdisciplinar

Qualis B3 - Planejamento Urbano e Regional / Demografia

Qualis B2 - GEOGRAFIA

InfoBase Index - IBI Factor 2016 = 2,5


Large Visitor Globe     

                        Copyright © 2005-2019 Editora Unicentro
Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License.