Determinação de clorofila em mudas de Balfourodendron riedellianum (Engl.) Engl. e Cedrela fissilis Vell. submetidas à desfolha artificial

MARIA EUNICE LIMA ROCHA, Patrícia Gibbert, Tatiane Priscila Chiapetti, Marlene de Matos Malavasi, Ubirajara Contro Malavasi

Resumo


O objetivo do trabalho foi avaliar a variação de clorofila a, b e totais em mudas de Balfourodendron riedellianum (Engl.) Engl. e Cedrela fissilis Vell. sobre desfolha artificial pelo método destrutivo e não destrutivo. O delineamento utilizado foi o inteiramente casualizado, composto de 2 tratamentos (com e sem desfolha artificial) e 20 repetições, totalizando 40 unidades experimentais por espécie. As espécies não foram comparadas estatisticamente, já que apresentam constituição geral totalmente diferente, dessa maneira, são tratadas como experimentos distintos. Ao final do experimento foram determinados os teores de clorofila pelo método bioquímico e analítico, com o uso do clorofilômetro. Em relação ao maior teor de clorofila encontrado em mudas de cedro submetidas a desfolha artificial, isso pode ser explicado pela característica da espécie perder as folhas em determinadas fases de desenvolvimento (caducifólia), ou seja, esta já apresenta estratégias para compensar a fotossíntese mesmo com o número de folhas reduzido. Os teores de clorofila totais determinados pelo método destrutivo foram crescentes nas espécies, enquanto que as médias obtidas em mudas expostas a desfolha artificial foram de 58,12 e 47,62 μmol m2, em cedro e pau marfim. Em relação aos métodos de determinação dos pigmentos fotossintéticos, é perceptível que ambos são eficientes na quantificação desse parâmetro, dependendo do objetivo proposto.

Palavras-chave


Destrutivo; Fenológicos; Lenhosas;

Texto completo:

PDF

Referências


ANGELI, A.; BARRICHELO, L. E. G.; MÜLLER, P. H. Balfourodendron riedelianum (Pau Marfim). Piracicaba: Instituto de Pesquisa e Estudos Florestais IPE. 2005.

ARNON, D.I. Copper enzimas in isolated cloroplasts Polyphenoloxidase in Beta vulgaris. Plant Physiology, Maryland, v.24, n.1, p. 1-15, Jan. 1949.

CAIRES, S. M.; FONTES, M. P. F.; FERNANDES, R. B. A.; NEVES, C. L.; FONTES, R. L. F. Desenvolvimento de mudas de cedro-rosa em solo contaminado com cobre: tolerância e potencial para fins de fitoestabilização do solo. Revista Árvore, Viçosa, MG, v. 35, n. 6, p. 1181-1188, nov./dez. 2011.

CAVIGLIONE, J. H.; KIIHL, L. R. B.; CARAMORI, P. H.; OLIVEIRA, D. Cartas climáticas do Paraná. Londrina: IAPAR. Londrina, 2000. 11 p. Disponível em: . Acesso em: 23 ago. 2017.

COSTA, M.A.G.; BALARDIN, R. S.; ERVANDIL, C. C.; GRÜTZMACHER, A. D.; SILVA, M. T. B. Níveis de desfolha na fase reprodutiva da soja, cv. Ocepar 14, sobre dois sistemas de cultivo. Ciência Rural, v.33, p.813-819, 2003.

DRANSKI, J.; PINTO JUNIOR, A. S.; CAMPGNOLO, M. A.; MALAVASI, U. C.; MALAVASI, M. M. Desenvolvimento inicial de mudas de pinhão manso depende da intensidade de desfolha. MAGISTRA, v. 28, p. 700-709, 2016.

FORNARA, D. A.; DU TOIT, J. T. Browsing lawns? Responses of acacia nigrescens to ungulate browsing in an african savanna. Ecology, v. 88, p. 200-209. 2007.

FREIBERGE, M.B.; CASTOLDI, G.; MARINI, D.; LANG, A.; HERZOG, N.F.; MALAVASI, U.C. Variação sazonal de clorofilas em folhas de Tabebuia avellanedae e Anadenanthera colubrina. Semina, v. 31, p. 1343-1348, 2010.

FREITAS, S. de; BERTI FILHO, E. Efeito do desfolhamento no crescimento de Eucalyptus grandis Hill ex Maiden (Myrtaceae). IPEF, n. 47, p. 36-43. 1994.

JARENKOW, J. A.; BUDKE, J. C. Padrões florísticos e análise estrutural de remanescentes florestais com Araucaria angustifolia no Brasil. In: FONSECA, C. S. D., SOUZA, A. F., ZANCHET, A. M. L., DUTRA, T., BACKES, A. & GANADE, G. M. S. (Eds.). Floresta com Araucária: ecologia, conservação e desenvolvimento sustentável. Ribeirão Preto: Holos. 2009. p.113-126.

JESUS, S. V de.; MARENCO, R. A. O SPAD-502 como alternativa para a determinação dos teores de clorofila em espécies frutíferas. Acta Amazônica. Manaus, v. 38, n. 4, p. 815-818. 2008.

LÔBO, L. S.; DALMOLIN, A. C.; MIELKE, M. S. Método não destrutivo para determinação de pigmentos em folhas de Carpotroche brasiliensis. In: IV SEMANA DE ENGENHARIA FLORESTAL DA BAHIA E I MOSTRA DA PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS FLORESTAIS DA UESB, 2016, Vitória da Conquista. Anais: Perspectiva das florestas plantas brasileiras. 6p.

LOPES, J. L.W. GUERRENI, I. A. SAAD, J. C. C.; SILVA, M. R. da. Nutrição mineral de mudas de eucalipto produzidas sob diferentes lâminas de irrigação e substratos. Revista Brasileira Ciência Solo, Viçosa, MG, v. 31, n. 4, ago. 2007.

MELOTTO, A. NICODEMO, M. L. BOCCHESE, R. A. LAURA, V. A. GONTIJO NETO, M. M.; SCHLEDER, D. D.; POTT, A.; PORFIRIO-DA-SILVA, V. Sobrevivência e crescimento inicial em campo de espécies florestais nativas do Brasil central indicadas para sistemas silvipastoris. Revista Árvore. Viçosa-MG, v.33, n.3, p.425- 432, 2009.

RICHARDSON, A.D.; DUIGAN, S.P.; BERLYN, G.P. An evaluation of noninvasive methods to estimate foliar chlorophyll content. New Phytologist, Lancaster, v.153, n.1, p.185-194, 2002.

SAKURAGUI, C. M.; STEFANO, M. V.; CALAZANS, L. S. B. Meliaceae. Lista de Espécies da Flora do Brasil. Rio de Janeiro: Jardim Botânico do Rio de Janeiro, 2013. 180p.

SALLA, L.; RODRIGUES, J. C.; MARENCO, R. A. Teores de clorofila em árvores tropicais determinados com o SPAD-502. Revista Brasileira de Biociências, Porto Alegre, v. 5, n. 2, p. 159-161, 2007.

SOUZA, V.Q.; NARDINO, M.; FOLLMANN, D.N.; BAHRY, C.A.; CARON, B.O.; ZIMMER, P.D. Caracteres morfofisiológicos e produtividade da soja em razão da desfolha no estádio vegetativo. Científica, Jaboticabal, v.42, n.3, p.216–223, 2014.

TAIZ, L.; ZEIGER, E. Metabolitos secundários e defesa vegetal. In: __________________________. Fisiologia Vegetal. Porto Alegre: Artmed. 2013, cap. 13, p. 369-396.

TUCCI, M. L. S.; MODOLO, N. M. E.; MACHADO, E. C. Gas exchanges in peach palms as a function of the spad chlorophyll meter readings. Revista Brasileira de Fruticultura, v. 33, n. 1, p. 267-274, 2011.

UDDLING, J.; GELANG-ALFREDSSON, J.; PIIKKI, K.; PLEIJEL, H. Evaluating the relationship between leaf chlorophyll concentration and SPAD-502 chlorophyll meter readings. Journal Photosynthesis Research, Dordrecht, v.91, n.1, p.37-46, 2007.




AMBIÊNCIA

Alameda Élio Antonio Dalla Vechia, n. 838,
Bairro Vila Carli – CEDETEG
85040-167  Guarapuava-Paraná-Brasil
ISSN 1808-0251 (Print) - Ambiência ISSN 2175-9405 (Online)

        Logotipo do Crossref               

Periódicos Qualis - Plataforma Sucupira

Qualis B2 - Ensino

Qualis B3 - Interdisciplinar

Qualis B3 - Planejamento Urbano e Regional / Demografia

Qualis B2 - GEOGRAFIA

InfoBase Index - IBI Factor 2016 = 2,5


Large Visitor Globe     

                        Copyright © 2005-2019 Editora Unicentro
Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License.