Alterações morfométricas em mudas de eucalipto causadas pela frequência de flexões caulinares

Cátia Raquel Volkweis, João Alexandre Lopes Dranski, Maria Eunice Lima Rocha, Ubirajara Contro Malavasi, Marlene de Matos Malavasi

Resumo


O ensaio objetivou avaliar as alterações morfométricas em mudas de eucalipto submetidas a flexões caulinares ao final do período de produção. O ensaio foi conduzido em ambiente protegido com 50% de sombreamento em delineamento inteiramente ao acaso em arranjo fatorial formado por mudas de Eucalyptus pellita F. Muell e Eucalyptus grandis Hill ex. Maiden e cinco frequências de flexões caulinares (0, 5, 10, 20 e 40 flexões) por trinta dias em quatro repetições de dez mudas. Ao final da imposição dos tratamentos quantificou-se a altura, o diâmetro do coleto, a massa seca aérea e radicular, e o extravasamento de eletrólitos de tecidos radiculares. Os dados foram submetidos à análise de variância e quando da existência de diferenças as médias dos tratamentos foram comparadas pelo teste Tukey a 5% de probabilidade. Mudas de E. pellita externaram redução no crescimento primário gerando mudas com qualidade inferior enquanto que mudas de E. grandis tiveram sua qualidade aumentada com 20 flexões diárias.


Texto completo:

PDF


AMBIÊNCIA

Alameda Élio Antonio Dalla Vechia, n. 838,
Bairro Vila Carli – CEDETEG
85040-167  Guarapuava-Paraná-Brasil
ISSN 1808-0251 (Print) - Ambiência ISSN 2175-9405 (Online)

            

Periódicos Qualis - Plataforma Sucupira

Qualis B2 - Ensino

Qualis B3 - Interdisciplinar

Qualis B3 - Planejamento Urbano e Regional / Demografia

Qualis B2 - GEOGRAFIA


Large Visitor Globe     

                        Copyright © 2005-2021 Editora Unicentro
Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License.