Princípios e práticas agroecológicos: um estudo sobre a Feira de Produtos Orgânicos da Universidade Tecnológica Federal do Paraná – Câmpus Pato Branco

Ana Flávia Padilha, Cristiane Maria Tonetto Godoy, Thiago de Oliveira Vargas, José Ricardo da Rocha Campos

Resumo


O atual modelo de desenvolvimento agrícola já tem demonstrado sua fragilidade com o surgimento da crise ambiental e social advindos desse processo. Em resposta, surgem propostas fundamentadas nos princípios da Agroecologia e nos pilares da sustentabilidade, voltados ao aproveitamento racional dos agroecossistemas e na participação e valorização da agricultura familiar. E é nesse contexto que o presente artigo foi construído, abordando a criação do espaço da Feira de Produtos Orgânicos na Universidade Tecnológica Federal do Paraná/UTFPR, Campus Pato Branco, que vem permitindo à comunidade um local exclusivo para a compra e o consumo de produtos orgânicos oriundos da agricultura familiar, valorizando assim esses agricultores e garantindo a alimentação de qualidade da população da região. Nesse sentido, compreendemos que para o fortalecimento da agricultura familiar e de agroecossistemas sustentáveis é necessário ações que envolvam o tripé da educação, extensão e ensino, permitindo à população (re)construir conhecimentos e saberes sobre a importância e a necessidade de mudanças para alcançarmos a sustentabilidade.


Palavras-chave


Agricultura familiar, Agroecologia, Orgânicos, Sustentabilidade

Texto completo:

PDF

Referências


Bibliografia

ALTIERI, M. Agroecologia: a dinâmica produtiva da agricultura sustentável. Porto Alegre: Editora Universidade/UFRGS, 1998.

AMSOP. Associação dos Municípios do Sudoeste do Paraná. População estimada. Disponível em: http://www.amsop.com.br/sudoeste.php?lc=estimada. Acesso em: 05 fev. 2018.

BARBOSA, S. de C. et al. Perfil do consumidor e oscilações de preços de produtos agroecológicos. Pesquisa Agropecuária Tropical, Goiânia, v. 4, n. 41, p.602-609, dez. 2011. Disponível em: . Acesso em: 05 fev. 2018.

BIANCHINI, V.; MEDAETS, J. P. P.. Da revolução verde à agroecologia: Plano Brasil Agroecológico. Brasília: MDA, 2013. Disponível em: http://www.mda.gov.br/portalmda/sites/default/files/user_arquivos_195/Brasil.> Acesso em: 05 fev. 2018.

BRASIL. Lei n° 11.346, de 15 de setembro de 2006. Cria o Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional – SISAN com vistas em assegurar o direito humano à alimentação adequada e dá outras providências. Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome – MDS. Brasília, 2006. Disponível em: . Acesso em: 05 jan. 2018.

BRASIL. Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Censo Agropecuário 2006. 2009. Disponível em:> www.sidra.ibge.gov.br>. Acesso em: 01 de mar. 2018.

BRASIL. Ministério da Saúde. 8º Conferência Nacional de Saúde: Relatório final. Brasília, 1986.

CAPORAL, F. R.; COSTABEBER, J. A. Agroecologia. Enfoque científico e estratégico. Rev. Agroecol.e Desenv.Rur.Sustent.,Porto Alegre, v.3, n.2, abr./junh.2002.

CAMPANHOLA, C.; VALARINI, P. J. A agricultura orgânica e seu potencial para o pequeno agricultor. Cadernos de Ciência & Tecnologia, Brasília, v.18, n.3, p.69-101, set./dez. 2001.

COMISSÃO MUNDIAL SOBRE MEIO AMBIENTE E DESENVOLVIMENTO. Nosso Futuro Comum. Rio de Janeiro: Ed. Da Fundação Getúlio Vargas, 1988.

COSTA, E. A. da, et al. Perfil dos consumidores da feira de produtos de transição agroecológica na UFMS, Corumbá-MS, Brasil. Cadernos de Agroecologia, v. 11, n. 2, 2016a.

COSTA, F. M. P. da, et al. A importância dos Núcleos de Estudos para o avanço interinstitucional da Agroecologia. Cadernos de Agroecologia, v. 10, n. 3, maio 2016b. Disponível em: . Acesso em: 25 mar. 2018.

FERNANDEZ, A. C. F.; FERREIRA, F. da S. Mercados e território: as feiras orgânicas e agroecológicas no Rio de Janeiro. 2016. Redes de Estudos Rurais. Disponível em:>http://www.redesrurais.org.br/wp-content/uploads/2016/10/16_6.pdf>. Acesso em: 20 fev. 2018.

FINATTO, R. A.; CORRÊA, W. K. Desafios e perspectivas para a comercialização de produtos de base agroecológica - O caso do município de Pelotas/RS. Revista Brasileira de Agroecologia, Porto Alegre, v. 1, n. 5, p.95-105, 2010.

GAZOLLA, Marcio; SCHNEIDER, Sergio (Org.). Cadeias curtas e redes agroalimentares alternativas: Negócios e mercados da agricultura familiar. Porto Alegre: Editora da Ufrgs, 2017. 520 p.

GODOY, C. M. T. Agricultura Familiar do Município de Santa Rosa/RS, Entre a Produção e a Legislação Ambiental: Limites e Possibilidades. 2011. 117f. Dissertação (Mestrado em Extensão Rural) – Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2011.

GODOY, C. M. T., et al. As novas diretrizes da Extensão Rural: estudo de caso no município de Sananduva/RS. Cadernos de Agroecologia, v. 8, n. 2, dez. 2013 Disponível em: . Acesso em: 19 mar. 2018.

GÓMEZ, G. R.; FLORES, J. G.; JIMÉNEZ, E. G. Metodología de la investigación cualitativa. Málaga: Ediciones Aljibe, 1996, 378p.

GOVERNO DO ESTADO DO PARANA. Cidadãos. 2017. Disponível em:>http://www.cidadao.pr.gov.br/modules/conteudo/conteudo.php?conteudo=252>. Acesso em: 10 mar. 2018.

IPARDES. Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social. Relação dos municípios segundo as regiões geográficas do Paraná. Curitiba, Ipardes: 2012. Disponível em: Acesso em: 20 de fev. 2018.

KORTING, M. S. et al. A política pública de segurança alimentar e agroecologia através da extensão universitária. JURIS, Rio Grande, n. 19, p. 151-169, 2013.

LEIS, H. R. Ambientalismo: um prometo realista-utópico para a política ambiental. In: VIOLA, E. J. et al. Meio ambiente, Desenvolvimento e Cidadania: desafios para as Ciências Sociais. São Paulo: Cortez; Florianópolis: Universidade Federal de Santa Catarina, 1995. p. 15-44.

LUSTOSA, M. C. J. Industrialização, Meio Ambiente, Inovação e Competitividade. In: MAY, P.H.; LUSTOSA, M. C. J.; VINHA, V. (Orgs). Economia do Meio Ambiente. Teoria e Prática. 4ª Reimpressão. Rio de Janeiro: Elsevier. p.155-172, 2003.

MACHADO, R. L. A. Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional Presidência da República. Conceitos. 2017. Disponível em:< http://www4.planalto.gov.br/consea/acesso-a-informacao/institucional/conceitos>. Acesso em: 10 mar. 2018.

MARIANI, C. M.; HENKES, J. A. Agricultura Orgânica X Agricultura Convencional soluções para minimizar o uso de insumos industrializados. R. Gest. Sust. Ambient., Florianópolis, v. 3, n. 2, p. 315 - 338, out. 2014/mar.2015.

MINAYO, M. C. D. (Org.). Pesquisa social: Teoria, método e criatividade. Petrópolis, RJ: Vozes, 1994.

OLABUÉNAGA, J. I. R. Metodología de la investigación cualitativa. Bilbao: Universidad de Deusto, 3ª ed., 2003.

PENTEADO, S.R. Implantação do cultivo orgânico: planejamento e plantio. 2. ed. Campinas: Via Orgânica, 2012.

PLOEG, J. D. van der. Camponeses e impérios alimentares: lutas por autonomia e sustentabilidade na era da globalização. Trad. Rita Pereira. Porto Alegre: UFRGS, 2008. 372 p.

PORTILHO, F.; CASTAÑEDA, M. Certificação e confiança face-a-face na feira de produtos orgânicos. In: IV Encontro Nacional da ANPPAS. Brasília, 2008. Disponível em:> http://www.anppas.org.br/encontro4/cd/ARQUIVOS/GT1-413-499-20080510232052.pdf>. Acesso em: 10 mar. 2018.

ROCHA, M. do R. A contribuição da Agroecologia para o desenvolvimento da agricultura familiar no Litoral do Paraná. 2013. 26f. Trabalho de Conclusão de Curso (Especialização em Questão Social pela Perspectiva Interdisciplinar), Setor Litoral, Universidade Federal do Paraná. 2013.

VALENT, J. Z.; TISOTT, S. T.; SCHMIDT, V.; VALENT, V. D. Qualidade de produtos orgânicos: a percepção dos produtores de hortaliças de uma feira ecológica em Porto Alegre – RS. Revista Eletrônica em Gestão, Educação e Tecnologia Ambiental, v. 18, n. 3, p. 1072-1082, set-dez, 2014.




AMBIÊNCIA

Alameda Élio Antonio Dalla Vechia, n. 838,
Bairro Vila Carli – CEDETEG
85040-167  Guarapuava-Paraná-Brasil
ISSN 1808-0251 (Print) - Ambiência ISSN 2175-9405 (Online)

            

Periódicos Qualis - Plataforma Sucupira

Qualis B2 - Ensino

Qualis B3 - Interdisciplinar

Qualis B3 - Planejamento Urbano e Regional / Demografia

Qualis B2 - GEOGRAFIA


Large Visitor Globe     

                        Copyright © 2005-2021 Editora Unicentro
Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License.