Aprimoramento do método h-M para estratificação vertical de uma floresta com araucária

h-M method improvement for vertical stratification of an Araucaria forest

Anke Manuela Salzmann, Ana Paula Dalla Corte, Carlos Roberto Sanquetta

Resumo


Este trabalho teve como objetivo avaliar a estratificação vertical de um remanescente de Floresta Ombrófila Mista na região sul do Paraná. O estudo foi realizado com base em dados provenientes de oito parcelas amostrais permanentes, instaladas nos municípios de General Carneiro, Coronel Domingos Soares e Bituruna, para duas formações distintas sendo: campo com sub-bosque pouco desenvolvido e ralo e floresta densa. Para que o estudo da estratificação se tornasse possível, foram estimadas alturas para as araucárias e para o grupo das folhosas. A estimativa deu-se com base no ajuste de equações para as araucárias e folhosas independentemente. Para a representação da estratificação vertical da floresta, utilizou-se o método h-M, levando em consideração dados de diâmetro e altura coletados em 1998 e 2003. Em trabalhos anteriores o mesmo apresentou dificuldades na visualização da estratificação, não gerando picos abruptos entre um estrato e outro. Foi elaborada, portanto, uma metodologia que proporcionasse uma divisão mais abrupta entre os estratos, através da divisão do banco de dados em três grupos. A metodologia proposta indicou para a formação de campo com sub-bosques pouco desenvolvidos, a existência de três estratos em 1998 e quatro em 2003. Para a floresta densa foram observados para ambos os anos cinco estratos verticais.

Abstract

The purpose of this paper was to assess the vertical stratification of an Araucaria Forest in the south of Paraná. The study was based on data from eight permanent sample plots, established in the counties of General Carneiro, Coronel Domingos Soares and Bituruna, which are comprised of two different forest types: woodland (open canopy with grassland in the understory) and closed canopy. In order to enable the stratification, heights were estimated for the araucaria trees and broad-leaved species. The tree height estimation was based on the adjustment of independent equations for araucaria and broad-leaved trees. For the representation of the vertical forest stratification the h-M method was applied, taking into consideration DBH and height data, collected in 1998 and 2003. Previous studies, which used this method, have shown some practical difficulties regarding vertical stratification definition, considering that the peaks between a stratum and another could not be easily identified. Therefore, an improvement of the h-M method was proposed in this research, which allowed a more visible and abrupt separation between strata, through the division of the data bank into three groups. The proposed methodology indicated three and four strata for the woodland (open canopy with grassland in the understory) in 1998 and 2003, respectively. For the closed canopy forest type five vertical stories were identified in both years.


Palavras-chave


Floresta Ombrófila Mista, equações hipsométricas, estratificação vertical, diagrama h-M

Texto completo:

PDF


AMBIÊNCIA

Alameda Élio Antonio Dalla Vechia, n. 838,
Bairro Vila Carli – CEDETEG
85040-167  Guarapuava-Paraná-Brasil
ISSN 1808-0251 (Print) - Ambiência ISSN 2175-9405 (Online)

        Logotipo do Crossref               

Periódicos Qualis - Plataforma Sucupira

Qualis B2 - Ensino

Qualis B3 - Interdisciplinar

Qualis B3 - Planejamento Urbano e Regional / Demografia

Qualis B2 - GEOGRAFIA

InfoBase Index - IBI Factor 2016 = 2,5


Large Visitor Globe     

                        Copyright © 2005-2019 Editora Unicentro
Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License.