Latindo para o estrangeiro: uma interpretação do político à luz da psicagogia do Eleata

Pedro Luiz Baratieri

Resumo


Apresenta-se uma interpretação do Político à luz da psicagogia do Eleata; em outras palavras, desenvolve-se uma leitura do diálogo que leva em conta procedimentos retóricos do Estrangeiro. Ainda na introdução, enfatizando o mito das eras presente no início do Político, problematiza-se a leitura dominante do diálogo. Logo em seguida, passa-se a uma consideração do prólogo do político em conexão com o prólogo do Sofista, a fim de situar a conversa em seu devido contexto dramático, algo do que a negligência acarreta com frequência problemas na leitura. Extraindo dessa análise o que seria a verdadeira questão do par Sofista-Político, a saber, quem é o verdadeiro filósofo e quem é um impostor, passa-se a analisar a dialética do Eleata em contraste com a de Sócrates. Aprofundando esse último ponto, na última seção analisa-se o emprego do método chamado de paradigma por parte do Estrangeiro. Por fim, em face dessas análises, inferem-se algumas conclusões, levantam-se outras tantas questões e, conectando o Político com A República, ensaiam-se algumas respostas.


Palavras-chave


Platão. Político. Eleata. Dialética. Imagem.

Texto completo:

PDF


 

ISSN 2179-9180

 

 

 
 
Image result for logo latindex