Piper crassinervium Kunth vegetative propagation: influence of substrates and stem cuttings positions

Samila Candida Rodrigues Souza, Maristela dos Santos Rey, Caliandra Bernardi, Regis Callegaro Borin, Anderson Costa Parra

Abstract


Piper crassinervium Kunth. is considered as a potential species for economic exploitation due to the production of compounds with im portant biological activities, such as essential oils and antioxidants. Despite this, studies on its cultivation and propagation are scarce. Accordingly, the aim of the present study was to evaluate the viability of P. crassinervium vegetative propagation using cuttings collected from the apical, middle and basal positions of plagiotropic branches and different substrates for rooting. The cuttings were made with 10±1 cm, planted in plastic tubes containing vermiculite or Tropstrato® commercial substrate and kept in a greenhouse with intermittent mist. The stem cuttings remained in the greenhouse for 45 days until evaluation was carried out. Interaction between cuttings positions and substrates was not observed for none of the analyzed characteristics. Rooting percentage ranged from 18.8%, in basal cuttings, to 72.9% in middle ones. For rooting, survival and leaf retention, middle and apical cuttings obtained better performance, as well as the Tropstrato® substrate. Average roots number and shoots fresh weight did not vary according to treatments. It can be concluded that propagation through stem cutting is feasible for P. crassinervium. Apical and middle cuttings from plagiotropic branches as well as Tropstrato® substrate should be used for better rooting performance.

Keywords


jaborandi; rooting; Tropstrato®; vermiculite

References


AGRIANUAL 2006: Anuário da agricultura brasileira. São Paulo: FNP Consultoria & Comércio, 2006. p.385-406.

BEDENDO, I. P. Ambiente e doença. In: BERGAMIN FILHO, A.; KIATI, H.;

CARVALHO, R.V. Resistência do milho a Physopella zeae (Mains Cummins & Ramachar), agente causal da ferrugem tropical. 1995. 83f. Dissertação (Mestrado em Fitopatologia)-Escola Superior de Agricultura de Luiz de Queiroz, Universidade de São Paulo, Piracicaba.

CANTERI, M. G.; ALTHAUS, R. A.; VIRGENS FILHO, J. S.; GIGLIOTI, E. A.; GODOY, C. V. SASM – Agri: Sistema para análise e separação de médias em experimentos agrícolas pelos métodos Scott-Knott, Tukey e Duncan. Revista Brasileira de Agrocomputação, v.1, n.2, p. 18-24. 2001.

CONAB. Acompanhamento de safra brasileira: grãos, Quarto levantamento, janeiro 2018. – Brasília: Conab, 2018: safras 2017/2018. Disponível em: http://www.conab.gov.br. Acesso em: 23 jan. 2018

CORRÊA, M. L. P., SANTOS, M. M., GALVÃO, J. C. C., FONTANETTE, A., CELESTINO, A. P. Q., DE MELO, A. V., MIRANDA, G. V., ADRIANO, R. C. Severidade de Phaeosphaeria maydis em cultivo de milho orgânico e convencional. Revista Brasileira de Agroecologia, v.2, n.2. out. 2007.

COSTA, F. M.; BARRETO, M.; KOSHIKUMO, E.S.M.; ALMEIDA. F.A. Progresso da ferrugem tropical do milho (Zea mays L), sob diferentes tratamentos fungicidas. Summa Phytopathologica, v.34, n.3, p.248-252, 2008.

COSTA, F. M.. Curvas de progresso de doenças foliares do milho, sob diferentes tratamentos fungicidas. Tese de Mestrado. Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias – Unesp. Jaboticabal, São Paulo. 2007, 62p.

DA COSTA, F. M. P. Severidade de Phaeosphaeria maydis e rendimento de grãos de milho (Zea mays L.) em diferentes ambientes e doses de nitrogênio. Tese (Mestrado). Piracicaba. Universidade de São Paulo, 11/07/2002.

DUARTE, J. M.; SOUZA, J. C. de; CORTE, J. R. Reação de cultivares de milho a Phaeosphaeria maydis. In: REUNIÃO LATINOAMERICANA DEL MAÍZ, 18, 1999, Sete Lagoas. Memoriais... Sete Lagoas: EMBRAPA–CNPMS; México: CIMMYT, 1999. p. 405-412.

DURÃES, F. O. M.; MAGALHÃES, P. C.; MARRIEL, I. E.; GAMA, E. G.; CASELA, C.R.; OLIVEIRA, A.C.; CANTÃO, F.R.O. Caracterização de genótipos para uso e eficiência em de nitrogênio em milho e influência da adubação nitrogenada sobre a incidência e severidade de da mancha foliar de Phaeosphaeria maydis. Sete Lagoas, EMBRAPA, 2004, 8 p.

FANCELLI, A. L.; DOURADO-NETO, D. Milho: estratégias de manejo para alta produtividade. Piracicaba. ESALQ/USP. 2003. 208p.

FANTIN, G. M. Mancha de Phaeosphaeria, moléstia do milho que vem aumentando a sua importância. Biológico, São Paulo, v.56, n.1/2, p.39, jan./dez. 1994.

FERNANDES, F. T.; OLIVEIRA, E. Principais doenças na cultura do milho. Sete Lagoas: Embrapa, CNPMS, 1997. 80p. (Embrapa. CNPMS. Circular Técnica, 26).

FIDELIS, R. R., MIRANDA, G. V., AFÉRRI, F. S., PELUZIO, J. M. Reação de cultivares de milho a Phaeosphaeria maydis sob estresse de fósforo, no estado de Tocantins. Amazônia: Ciência e Desenvolvimento, Belém, v.2, n.4, jan./jun. 2007.

MARSCHNER, H. Mineral nutrition of higher plants. San Diego: Ed. Academic Press, 1986, 674 p.

PEGORRARO, D.G.; VACARO, E.; NUSS, C.N.; SOGLIO, F.K.D.; SERENO, M.G.C.M.; NETO, J.F.B. Efeito na época de semeadura e adubação na mancha foliar de Phaeosphaeria em milho. Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v.36, n.8, p.1037-1042, 2001.

PINHO, R. G. V.; RAMALHO, M. A. P.; SILVA, H. P.; RESENDE, I. C. Comparação de métodos para a quantificação da severidade das ferrugens polissora e tropical do milho. Ciência agrotécnica, Lavras, v.24, n.1, p.22-37, jan./mar., 2000.

PINHO, R.G.V.; RAMALHO, M. A. P.; SILVA, H. P.; RESENDE, I. C.; POZAR, G. Danos causados pelas ferrugens polissora e tropical do milho. Fitopatologia Brasileira, Brasília, DF, v. 24, n. 3, p. 400-409, 1999.

REIS, E. M.; CASA, R. T. Manual de identificação e controle de doenças em milho. Passo Fundo: Aldeia Norte, 1996. 80p.

REIS, E. M.; CASA, R. T.; BRESOLIN, A. C. R. Manual de diagnose e controle de doenças do milho. 2. ed., ver. Atual. Lages: Graphel, 2004. 144p.

SILVA, H. P.; MENTEN, J. O. M. Manejo integrado de doenças na cultura do milho. In: FANCELLI, A. L.; DOURADO-NETO, D. Tecnologia da produção de milho. Piracicaba: ESALQ, Departamento de Agricultura, 1997. p.40-48.

SOUZA, J. C. de; DUARTE, J. M. Reação de cultivares de milho a Phaeosphaeria maydis. Ciência Agrotecnológica, Lavras, n. 26, p. 325-331, 2002.

TICELLI, M.; BARBARO, I.M.; MIGUEL, F.B.; DUARTE, A.P.; DUDIENAS, C.; SAWAZAKI, E.; BARBARO JUNIOR, L.S.; BARBERO, J.H. Comportamento de híbridos e variedades de milho em relação a Puccinia polysora UNDERW. Ciência e Cultura. v.3, nº 1, maio/2008.

YAMADA, T. A nutrição mineral e a resistência das plantas às doenças. Informações Agronômicas Potafos, n.72, p. 1-3, 1995.




DOI: https://doi.org/10.5935/PAeT.V11.N3.06

Comments on this article

View all comments