Physicochemical and sensorial characterization of table tomato cultivars

Keren Railka Paiva Menezes, Alex Guimarães Sanches, Guilherme Celestino de Souza Santos, Antonio Rafael Gomes de Oliveira, Carlos Alberto Martins Cordeiro

Abstract


The objective of this work was to characterize the physicochemical and sensorial quality of the post-harvest quality of three table tomato cultivars marketed in the local market of Altamira-PA in order to identify which cultivar presents the smallest physiological changes and better consumption conditions over of storage time. The physical-chemical parameters analyzed were: loss of fresh mass, total soluble solids, titratable total acidity, pH, SST / ATT ratio and sensorial analysis on firmness, peel color, general quality and incidence of rot. The experiment was conducted in a completely randomized design under a 5x3 factorial arrangement (storage days x cultivars) with four replicates. With the exception of the rotting variable, all the variables analyzed showed a significant effect at the 1 and 5% probability level in the interaction of the days storage factors and cultivars. In general, it can be observed that the evaluated cultivars present slight differences in their physico-chemical and sensorial constitution that compromise their quality and useful life. The physiological changes of greater expressiveness were obtained by the fruits of the cultivar Santa Adélia, which suggests a consumption and commercialization in a few days given the low tolerance to storage in the condition of ambient temperature. The fruits of the cultivar TY were resistant to physical-chemical and sensory changes induced by ripening and were therefore recommended for commercialization and consumption. Principal component analysis ratifies this effect by correlating a greater number of variables to TY cultivar and none to Santa Adélia cultivar.


Keywords


Post-harvest; Plant physiology; Fitotecnia

Full Text:

PDF

References


ANESE, R. de O.; FRONZA, D. Fisiologia pós-colheita em fruticultura. Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria-RS, 2015. 130 p.

AOAC - Association of Official Analytical Chemistry. (2012). Official methods of analysis of the Association of Official Analytical Chemistry. Washington: AOAC.

BARANKEVICZ, G. B.; NOVELLO, D.; RESENDE, J. T. V.; SCHWARZ K.; SANTOS, E. F. Características físicas e químicas da polpa de híbridos de tomateiro, durante o armazenamento congelado. Horticultura Brasileira, Vitoria da Conquista, v.33, n.1, p.007-011, 2015. http://dx.doi.org/10.1590/S0102-053620150000100002.

BARBOSA, J. A.; RIBEIRO, W. S.; ALMEIDA, E. I. B. Levantamento das perdas pós-colheitas de frutos, hortaliças e flores no estado da Paraíba. Brasília: Editora Kiron, 2012. 297p.

BINOTI, R. M.; DAIUTO, E. R.; VIEITES, R. L.; NUVOLARI, C. M.; FURLANETO, K. A.; RAMOS, J. A.; CARVALHO, L. R. de. Radiação (UV-C) na conservação de tomate ‘Pizzadoro’ orgânico colhido em dois estádios de maturação. Revista Iberoamericana de Tecnologia Postcosecha, México, v.14, n.2, p.204-216, 2013.

CAMPOS, A. J. dos; VIEITES, R. L.; NEVES, L. C.; MOURA, M. L. da. S.; MOURA, E. A. de; CORREIO, K. G. M. de. A. Qualidade do tomate ‘PITENZA’ com utilização da radiação ultravioleta (UV-C). Revista Agro@mbiente On-line, Boa Vista, v.9, n.3, p.300-307, 2015. http://dx.doi.org/10.18227/1982-8470ragro.v9i3.2325.

CANDÉO, M.; KUBASKI, E. T.; SEQUINEL, T.; SCHMIDT, S.; TEBCHERANI, S. M. Qualidade pós-colheita de tomates tipo rasteiro com aplicação de soluções de amido, glicerol e poliacetato de vinila por aspersão. Perspectivas da Ciência e Tecnologia. Rio de Janeiro, v.8, n.1, p.17-28, 2016.

CHITARRA, M. I. F.; CHITARRA, A. B. Pós-Colheita de frutas e hortaliças. Fisiologia e manuseio. 2ª Edição. Universidade Federal de Lavras, Lavras-MG, 2005. 785p.

CHIUMARELLI, M.; FERREIRA, M. D. Qualidade pós-colheita de tomates ‘Débora’ com utilização de diferentes coberturas comestíveis e temperaturas de armazenamento. Horticultura Brasileira, Brasília, v.24, n.3, p.381-385, 2006. http://dx.doi.org/10.1590/S0102-05362006000300023.

COSTA, T. L. E.; OLIVEIRA, T. A.; SANTOS, F. K. G.; AROUCHA, E. M. M.; LIMA LEITE, R. H. L. Avaliação de coberturas comestíveis compostas por quitosana e argila no revestimento em tomates sob refrigeração pelo método dipping. Revista Verde. Mossoró,v.7, n.5, p.12-19, 2012.

EMBRAPA, Hortaliças. Tomate Industrial. Sistemas de Produção. 2ª Edição. Versão Eletrônica. Dez. 2006. Disponível em: . Acesso em: 07 junho. 2017.

FERREIRA, S. M. R.; QUADROS, D. A. de; KARKLE, E. N. L.; LIMA, J. J. de; TULLIO, L. T.; FREITAS, R. J. S. de. Qualidade pós-colheita do tomate de mesa convencional e orgânico. Ciência e Tecnologia de Alimentos, Campinas, v.30, n.4, p.858-864, 2010. http://dx.doi.org/10.1590/S0101-20612010000400004.

FERREIRA, R. M. de A.; LOPES, W. de A. R.; AROUCHA, E. M. M.; MANO, N. C. S.; SOUSA, C. M. G. de. Caracterização física e química de híbridos de tomate em diferentes estádios de maturação produzidos em Baraúna, Rio Grande do Norte. Revista Ceres, Viçosa, v.59, n.4, p.506-511, 2012. http://dx.doi.org/10.1590/S0034-737X2012000400011.

HONGYUY, K.; SANDANIELO, V. L. M.; OLIVEIRA JUNIOR, G. J. de. Análise de Componentes Principais: resumo teórico, aplicação e interpretação. Engineering and Science. v.1, n.5, p.83-90, 2015.

IENSEN, D.; SANTOS, I. V.; QUAST. E.; QUAST, L. B.; RAUPP, D. S. Desenvolvimento de Geleia de Kiwi: Influência da polpa, pectina e brix na consistência. UNOPAR Científica Ciências Biológicas e da Saúde, v.15, p.369-375, 2013.

LEMOS, O. L.; REBOUÇAS, T. N. H.; JOSÉ, A. R. S; VILA, M. T. R.; SILVA, K. S. Utilização de biofilme comestível na conservação de pimentão ‘Magali r’ em duas condições de armazenamento. Bragantia, Campinas, v.66, n.4, p.693-699, 2007. http://dx.doi.org/10.1590/S0006-87052007000400020.

MARODIN, J. C.; RESENDE, J. T. V.; MORALES, R. G. F.; FARIA, M. V.; TREVIZAM, A. R.; FIGUEIREDO, A. S. T.; DIAS, D. M. Tomato post-harvest durability and physicochemical quality depending on silicon sources and doses. Horticultura Brasileira, Vitória da Conquista, v.34, n.3, p.361-366, 2016. http://dx.doi.org/10.1590/S0102-05362016003009.

MELO, N. C.; SOUZA, L. C.; SILVA, V. F.; GOMES, R. F.; NETO, C. F. de O.; COSTA, L. P. C. Cultivo de tomate (Solanum Lycopersicum) hidropônico sob diferentes níveis de fósforo e potássio em solução nutritiva. Agroecossistemas, v.6, n.1, p.10-16, 2014.

MODOLON, T. A.; BOFF, P.; ROSA, J. M.; SOUSA, P. M. R.; MIQUELLUTI, D. J. Qualidade pós-colheita de frutos de tomateiro submetidos a preparados em altas diluições. Horticultura Brasileira, Brasília,v.30, n.1, p.58-63, 2012. http://dx.doi.org/10.1590/S0102-05362012000100010.

MONTEIRO, C. S.; BALBI, M. E.; MIGUEL, O. G.; PENTEADO, P. T. P. da S.; HARACEMIV, S. M. C. Qualidade nutricional e antioxidante do tomate “Tipo Italiano”.Alimentos e Nutrição, Araraquara, v.19, n.1, p.25-31, 2008.

NUNES, E. D.; LIMA, M. A. C. de; BORGES, R. M. E.; TRINDADE, D. C. G.; AMARIZ, A.; ROSATTI, S. R. Qualidade pós-colheita em acessos de abóbora procedentes de estados da Região Nordeste. In: VI JORNADA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA EMBRAPA SEMIÁRIDO, 2011, Petrolina. Anais. VI JICES, 2011. Petrolina, p.81-86.

OLIVEIRA, T. A.; LEITE, R. H. L.; AROUCHA, E. M. M.; FERREIRA, R. M. A. Efeito do revestimento de tomate com biofilme na aparência e perda de massa durante o armazenamento. Revista Verde, Mossoró, v.6, n.1, p.230-234, 2011.

OLIVEIRA, C. M.; CONEGLIAN, R. C. C.; CARMO, M. G. F. Conservação pós-colheita de tomate cereja revestidos com película de fécula de mandioca. Horticultura Brasileira, Vitoria da Conquista, v.33, n.4, p.471-479, 2015. http://dx.doi.org/10.1590/S0102-053620150000400011.

OLIVEIRA, M. I. V. de; PEREIRA, E. M.; PORTO, R. M.; LEITE, D. D. de F.; FIDELIS, V. R. de L.; MAGALHAES, W. B. Avaliação da qualidade pós-colheita de hortaliças tipo fruto, comercializadas em feira livre no município de Solânea-PB, Brejo Paraibano. Agropecuária Técnica, Paraíba, v.37, n.1, p.13-18, 2016.

OLIVEIRA, T. A. S. de; BLUM, L. E. B.; DUARTE, E. A. A.; CARVALHO, D. D. C.; LUZ, E. D. M. N. Severidade da podridão dos frutos de mamão em pós-colheita influenciada pelo tipo de inoculação e estádio de maturação. Agrotrópica, Ilhéus, v.28, n.2, p.159-168, 2016.

OSHIRO, A. M.; DRESCH, D, M.; SCALON, S. P. Q. Preservação de goiabas ‘Pedro Sato’ armazenadas sob atmosfera modificada em refrigeração. Revista de Ciências Agrárias, Lisboa, v.35, n.1, p.213-221, 2012.

PAULA, J. T.; RESENDE, J. T. V.; FARIA, M. V.; FIGUEIREDO, A. S. T.; SCHWARZ, K.; NEUMANN, E. R. Características físico-químicas e compostos bioativos em frutos de tomateiro colhidos em diferentes estádios de maturação. Horticultura Brasileira, Vitoria da Conquista, v.33, n.4, p.434-440, 2015. http://dx.doi.org/10.1590/S0102-053620150000400005.

PAULA, J.T.; GONÇALVEZ, N. B.; RESENDE, F.V.; ALBUQUERQUE, J.O.; PAULA, L. C.; MEERT, L.; RESENDE, J. T. V. Qualidade pós-colheita de frutos de tomateiro orgânico, colhidos em diferentes estádios de maturação In: CONGRESSO BRASILEIRO DE OLERICULTURA, 51, 2011. Viçosa. Anais. Viçosa, p. 5182-5189.

RAMOS, A. R. P.; AMARO, A. C. E.; MACEDO, A. C.; SUGAWARA, G. S. de A.; EVANGELISTA, R. M.; RODRIGUES, J. D.; ONO, E. O. Produtos de efeitos fisiológicos no desenvolvimento de plantas de tomate ‘Giuliana’, na produção e pós-colheita de frutos. Semina: Ciências Agrárias, Londrina, v.4, n.6, p.3543-3552, 2013.

RENCHER, A. C. Methods of Multivariate Analysis. A JOHN WILEY & SONS, INC. PUBLICATION. 2ª edição, 2002. 727 p.

RESENDE, J. T. V. de; MARCHESE, A.; CAMARGO, L. K. P.; MARONDIN, J. C.; CAMARGO, C. K.; MORALES, R. G. F. Produtividade e qualidade pós-colheita de cultivares de cebola em sistemas de cultivo orgânico e convencional. Bragantia, Campinas, v.69, n.2, p.305-311, 2010. http://dx.doi.org/10.1590/S0006-87052010000200007.

ROSA, C. L. S.; SOARES, A. G.; FREITAS, D. G. C.; ROCHA, M. C.; FERREIRA, J. C. S.; GODOY, R. L. O. Caracterização físico-química, nutricional e instrumental de quatro acessos de tomate italiano (Lycopersicum esculentum Mill) do tipo ‘Heirloom’ produzido sob manejo orgânico para elaboração de polpa concentrada. Alimentos e Nutrição, Araraquara, v.22, n.4, p.649-656, 2011.

SANDRI, D.; RINALDI, M. M.; ISHIZAWA, T. A.; CUNHA, A. H. N.; PACCO, H. C.; FERREIRA, R. B. Sweet grape’ tomato post harvest packaging. Engenharia Agrícola, Jaboticabal, v.35, n.6, p.1093-1104, 2015. http://dx.doi.org/10.1590/1809-4430-Eng.Agric.v35n6p1093-1104/2015.

SANTOS NETO, J. dos; SCHWAN-ESTRADA, K. R. F.; SENA, J. O. A. de; JARDINETTI, V. do A.; ALENCAR, M. dos S. R. Qualidade de frutos de tomateiro cultivado em sistema de produção orgânico e tratados com subprodutos de capim limão. Revista Ciência Agronômica, Fortaleza, v.47, n.4, p.633-642, 2016.

SANTOS, M. G. C.; SILVA, R. S.; PEREIRA NETO, J. R.; MARTINS, L. P. Qualidade e conservação de tomate ‘debora’ submetido à aplicação de revestimento à base de quitosana. In: XXV CONGRESSO BRASILEIRO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ALIMENTOS, 25, 2016. Gramado. Anais. Gramado: FAURGS, 2016. Disponível em: . Acesso em: 10 de junho. 2017.

SHAMI, N. J. I.; MOREIRA, E. A. M. Licopeno como agente antioxidante. Revista de Nutrição, Campinas, v.17, n.2, p.227-236, 2004.

SHIRAHIGE, F. H.; MELO A. M. T.; PURQUERIO, L. F. V.; CARVALHO, C. R. L.; MELO, P. C. T. Produtividade e qualidade de tomates Santa Cruz e Italiano em função do raleio de frutos. Horticultura Brasileira. Brasília, v.28, n.3, p.292-298, 2010. http://dx.doi.org/10.1590/S0102-05362010000300009.

SOUSA, A. de A.; GRIGIO, M. L.; NASCIMENTO, C. R. do; SILVA, A. da C. D. da; REGO, E. R. do; REGO, M. M. do. Caracterização química e física de frutos de diferentes acessos de tomateiro em casa de vegetação. Revista Agro@mbiente On-line. Boa Vista, v.5, n.2, p.113-118, 2011. http://dx.doi.org/10.18227/1982-8470ragro.v5i2.534.

TOMAZ, H. V. de Q.; AROUCHA, E. M. M.; NUNES, G. H. de S.; NETO, F. B.; TOMAZ, H. V. de Q.; QUEIROZ, R. F. Qualidade pós-colheita de diferentes híbridos de melão-amarelo armazenados sob refrigeração. Revista Brasileira de Fruticultura. Jaboticabal, v.31, n. 4, p.987-994, 2009. http://dx.doi.org/10.1590/S0100-29452009000400011.




DOI: https://doi.org/10.5935/PAeT.V11.N3.01

Comments on this article

View all comments