Adequação dos imóveis rurais ao cadastro ambiental rural (CAR) em município do sul de Minas Gerais, Brasil

Isadora Mota Fernandes, Luís Antônio Coimbra Borges, Lívia Maria Alvarenga Villela

Resumo


A sobrevivência humana está intimamente ligada à manutenção e conservação dos recursos naturais. Ao longo dos anos as florestas brasileiras vêm sofrendo pressões antrópicas que ameaçam o meio ambiente e o equilíbrio ecológico. Objetivando monitorar, controlar e mitigar os impactos ambientais, a legislação ambiental brasileira estabeleceu o Cadastro Ambiental Rural (CAR) por meio da Lei Federal nº 12.651/2012. O CAR visa à adequação ambiental do imóvel rural respeitando os instrumentos de conservação ambiental, quer sejam: Áreas de Preservação Permanente (APP) e Reserva Legal (RL). O trabalho tem por objetivo analisar a regularização dos imóveis rurais do município de Piranguinho ao CAR, no que tange a quantidade, tamanho dos imóveis e composição da cobertura do solo nas áreas de APP e RL. Os dados do CAR para o município foram extraídos da plataforma do Sistema de Cadastro Ambiental Rural (Sicar) e processados com auxílio do software ArcGIS®. Piranguinho tem o total de 592 imóveis cadastrados e 98% dos imóveis tem área menor que 4 Módulos Fiscais (correspondendo à 64% da área do município), sendo que 53,55% da área das APPs está coberta por pastagem e 81,84% da área de RL é composta por Floresta Estacional Semidecidual Baixo Montana. Os resultados servem de advertência para a necessidade de recuperação das áreas de APP e RL no município.


Palavras-chave


Áreas de Preservação Permanente; Legislação Ambiental; Regularização Ambiental.

Texto completo:

PDF

Referências


BORGES, L. A. C.; FILHO, L. O. M.; MARQUES, R. T.; SILVA, C. C.; SILVA, L. G. P. A influência do tamanho do imóvel rural sobre as áreas de preservação permanente de corpos d’água. Caminhos de Geografia, v. 18, n.64, p. 444-453, 2017.

BRANCALION, P. H. S.; RODRIGUES, R. R.; GANDOLFI, S.; KAGEYAMA, P. Y.; NAVE, A. G.; GANDARA, F. B.; BARBOSA, L. M.; TABARELLI, M. Instrumentos legais podem contribuir para a restauração de florestas tropicais biodiversas. Revista Árvore, v.34 n.3, 2010. Disponível em: < http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-67622010000300010&lng=pt&tlng=pt>. Acesso em: 30 out. 2018.

BRASIL. Lei Federal nº 12.651, de 25 de maio de 2012. Diário Oficial da União. Brasília, 28 mai. 2012. Disponível em:< http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2012/lei/l12651.htm>. Acesso em: 15 out. 2018.

COPASA; VIDA MEIO AMBIENTE. Plano diretor de recursos hídricos da bacia hidrográfica do rio Sapucaí: Diagnóstico e Prognóstico. Belo Horizonte, 2010. Disponível em: < http://www.cbhsapucai.org.br/cbh/public/files/FASEA-DiagnosticoePrognostico.pdf>. Acesso em: 03 out. 2018.

DIAS, M. Manual de impactos ambientais: orientações básicas sobre aspectos ambientais de atividades produtivas. Embrapa Solos-Outras publicações técnicas (INFOTECA-E), 1999. Disponível em: . Acesso em: 30 out. 2018.

FEARNSIDE, P.M. Desmatamento na Amazônia: dinâmica, impactos e controle. Acta Amazonica. v. 36, n.3, p.395 – 400, 2006.

FEARNSIDE, P.M. Desmatamento na Amazônia brasileira: história, índices e consequências. Megadiversidade, v.1, n.1, p.113-123, 2005.

GUIDOTTI, V.; PINTO, L. F. G.; FERRAZ, S. F. B.; BRANCALION, P. H. S.; SPAROVEK, G. Código Florestal: Contribuições para a Regulamentação dos Programas de Regularização Ambiental (PRA). Sustentabilidade em Debate, n. 4, 2016.

IBGE - INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Manual técnico da vegetação brasileira. Série manuais técnicos em Geociências. Rio de Janeiro: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, 1992.

IBGE - INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Censo Agropecuário 2006. Rio de Janeiro, 2006. Disponível em: < https://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/periodicos/51/agro_2006.pdf>. Acesso em: 30 ago. 2018.

IBGE CIDADES. Censo Agropecuário de 2017. Disponível em: . Acesso em: 02 set. 2018.

INFRAESTRUTURA ESTADUAL DE DADOS ESPACIAIS DE MINAS GERAIS (IEDE) – Disponível em: < http://iede.fjp.mg.gov.br/Catalogo.html>. Acesso em: 2 dez. 2018.

INSTITUTO NACIONAL DE COLONIZAÇÃO E REFORMA AGRÁRIA (INCRA) – Disponível em: . Acesso em: 16. Abr. 2018.

KAGEYAMA, P. Y.; GANDARA, F. B.; SOUZA, L. M. I. Conseqüências genéticas da fragmentação sobre populações de espécies arbóreas. Série Técnica IPEF, v. 12, n. 32, p. 65-70, dez. 1998. Disponível em: < http://www.ipef.br/PUBLICACOES/stecnica/nr32/cap05.pdf>. Acesso em: 01 out. 2018.

LAUDARES, S. S. A.; SILVA, K. G.; BORGES, L. A. C. Cadastro Ambiental Rural: uma análise da nova ferramenta para regularização ambiental no Brasil. Desenvolvimento e Meio Ambiente. (UFPR), 2014.

LAURANCE, W. F.; VASCONCELOS, H. L. Consequências ecológicas da fragmentação florestal na Amazônia. Oecologia Brasiliensis, v.13, n.3, p.434-451, set. 2009. Disponível em: < https://repository.si.edu/bitstream/handle/10088/12013/stri_Laurance_Vasconcelos_2009.pdf>. Acesso em: 30 out. 2018.

MACHADO, L. A. O cadastro ambiental rural e as cotas de reserva ambiental no novo código florestal: uma análise de aspectos legais essenciais para a sua implementação. In: SILVA, A.P.M.; MARQUES, H.R.; SAMBUICHI, R.H.R.; Mudanças no código florestal brasileiro: Desafios para a implementação da nova lei. Rio de Janeiro: Ipea, 2016. cap 2, p. 45-77.

Ministério do Meio Ambiente – MMA. Primeiro relatório nacional para a Convenção Sobre Diversidade Biológica. Brasília, 1998. Disponível em: . Acesso em: 02 set. 2018.

OLIVEIRA, A. L.; NASCIMENTO, R. C.; FILHO, L. O. M.; BARROS, D. A.; LAUDARES, S. S. A.; BORGES, L. A. C.; PEREIRA, C. M. Curso de capacitação para o Cadastro Ambiental Rural (CapCAR) – Lavras: UFLA, 2014.22 p.: il. (Textos temáticos).

RIVERO, S.; ALMEIDA, O.; ÁVILA, S.; OLIVEIRA, W. Pecuária e desmatamento: uma análise das principais causas diretas do desmatamento na Amazônia. Nova Economia, v. 19, n.1, 2009. Disponível em: < http://www.scielo.br/scielo.php?pid=s0103-63512009000100003&script=sci_arttext>. Acesso em: 30 out. 2018.

SISTEMA DE CADASTRO AMBIENTAL RURAL (SICAR) – Disponível em: . Acesso em: 16. Abr. 2018.

SPAROVEK, G.; BARRETTO, A.; KLUG, I.; PAPP, L.; LINO, J. A revisão do Código Florestal brasileiro. Novos Estudos-CEBRAP, n. 89, p. 111-135, 2011. Disponível em: . Acesso em: 30 out. 2018.




AMBIÊNCIA

Alameda Élio Antonio Dalla Vechia, n. 838,
Bairro Vila Carli – CEDETEG
85040-167  Guarapuava-Paraná-Brasil
ISSN 1808-0251 (Print) - Ambiência ISSN 2175-9405 (Online)

            

Periódicos Qualis - Plataforma Sucupira

Qualis B2 - Ensino

Qualis B3 - Interdisciplinar

Qualis B3 - Planejamento Urbano e Regional / Demografia

Qualis B2 - GEOGRAFIA


Large Visitor Globe     

                        Copyright © 2005-2021 Editora Unicentro
Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License.